Opinião

O direito ao delírio – Eduardo Galeano

O direito ao delírio – Eduardo Galeano

   Um texto magnífico, um vídeo muito belo! Vale ser visto e lido. “Mesmo que não possamos adivinhar o tempo que virá, temos ao menos o direito de imaginar o que queremos que seja. As Nações Unidas tem proclamado extensas listas de Direitos Humanos, mas a imensa maioria da humanidade não tem mais que os […]

O Que é o Mundo VUCA ?

O Que é o Mundo VUCA ?

   Os americanos usam uma abreviatura para explicar o mundo de hoje. Eles dizem que o mundo é VUCA (em inglês) ou VICA (em português). E eles tem razão! O mundo muda em velocidade muito acelerada e com destino incerto, proporcionando várias respostas para uma mesma questão. O exército americano já usava a sigla VUCA […]

Ensinamentos do Caminho de Santiago – Marina Bessa

Ensinamentos do Caminho de Santiago – Marina Bessa

   O caminho de Santiago entrou na minha vida há alguns anos, quando morei em Pamplona, primeira grande cidade espanhola pela qual passa o trajeto de peregrinação mais famoso do mundo. Existem muitas rotas que levam a Santiago – o mais conhecido é o francês, que começa, oficialmente, em Saint Jean Pied de Port, na […]

Jobs revolucionou seis indústrias

Jobs revolucionou seis indústrias

A saga de Steve Jobs é o mito de criação da revolução digital em grande escala: o início de um negócio na garagem de seus pais e sua transformação na empresa mais valiosa do mundo. Embora não tenha inventado muitas coisas de cabo a rabo, Jobs era um mestre em combinar ideias, arte e tecnologia […]

“O amor é química. Os algoritmos começam a falhar quanto mais complexa é a pessoa”

“O amor é química. Os algoritmos começam a falhar quanto mais complexa é a pessoa”

Inma Martínez, especialista em inteligência artificial: “Não tenho Alexa. E desligo o microfone dos meus celulares e de tudo mais ao redor”. Quando jovem, descobriu que a Bolsa de Valores de São Paulo era influenciada pelos jogos de futebol Inma Martínez, no dia 26 de novembro em Málaga.GARCÍA-SANTOS MANUEL JABOIS Inma Martínez (Valência, 57 anos) […]

Nessa Era de trevas e extremismos, é sempre bom relembrar as análises de Hannah Arendt

Nessa Era de trevas e extremismos, é sempre bom relembrar as análises de Hannah Arendt

César Cavalcanti Ao longo da História muitos filósofos discorreram ou escreveram sobre política e outros temas fundamentais para o processo civilizatório da Humanidade. Autores como Platão, Aristóteles, Maquiavel, Montesquieu, Karl Marx, Adam Smith, Norberto Bobbio, Eric Weil etc., todos se debruçaram sobre a temática política, mas também é importante  falar sobre o pensamento da filósofa […]

O país do futuro? Por José Paulo Cavalcanti Filho

O país do futuro? Por José Paulo Cavalcanti Filho

  Por José Paulo Cavalcanti Filho  –  Escritor, poeta, membro da Academia Pernambucana de Letras e um dos maiores conhecedores da obra de Fernando Pessoa. Integrou a Comissão da Verdade O Brasil já nasceu sob o signo dos privilégios. Na expedição de Pedro Álvares Cabral apenas três, dos 13 comandantes de naus, eram navegadores experientes – […]

A marcha fúnebre do Vassourinhas

A marcha fúnebre do Vassourinhas

Por Antonio Magalhães* O frevo Vassourinhas assanha multidões, ou melhor, assanhava, pois desde 2021 ele só mexe com  o imaginário dos pernambucanos frequentadores dos festejos de Olinda e Recife. A pandemia da Covid já enterrou o Carnaval de 2021 e possivelmente vai silenciar os frevos em 2022. O prefeito do Recife, João Campos, prefere não se […]

Resoluções das Eleições 2022. Por Diana Câmara

Resoluções das Eleições 2022. Por Diana Câmara

Por Diana Câmara* As regras do jogo para as Eleições 2022 estão postas. Pelo princípio da anualidade a lei que altera o processo eleitoral tem que estar vigente até um ano antes da eleição para ter validade no pleito. Por isso, como estamos no final de novembro, não há mais tempo hábil para surgir novas […]

Dia da Bandeira. Por José Horta Manzano

Dia da Bandeira. Por José Horta Manzano

…Desterrado o imperador do Brasil e instaurada a República, fez-se necessário alterar rapidamente o símbolo maior – a bandeira. A que estava em vigor, que trazia a coroa imperial e a esfera armilar, já não servia. Em poucos dias, deu-se um jeito… Por José Horta Manzano O golpe de Estado de 15 de novembro de […]