Deixe um comentário

STF concede liberdade ao goleiro Bruno

O Globo

Uma liminar do ministro Marco Aurélio Mello do Supremo Tribunal Federal concedeu a liberdade ao goleiro Bruno nesta sexta-feira. O ex-jogador do Flamengo cumpria pena na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), em Minas Gerais, pelo assassinato de Eliza Samudio, em 2010.

Bruno Fernandes foi condenado pela Justiça de Minas Gerais a 22 anos e três meses de cadeia pela morte e ocultação do cadáver da ex-amante, cujo corpo até hoje não foi encontrado. Ele pagava ainda pelo sequestro do filho da jovem, durante a trama que resultou na condenação de outras cinco pessoas — entre elas, o amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão.

O goleiro cumpria a pena na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, até ser transferido em setembro de 2015 ao centro de ressocialização Apac, em Santa Luzia. A transferência, no entanto, não significava progressão da pena.

Em 2009, Eliza Samudio registrou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher do Rio contra o atleta, alegando que Bruno e Macarrão tentavam forçá-la a abortar o filho que esperava do jogador.

Deixe um comentário

Lula Cabral e Carreras discutem melhorias para o Cabo

A retomada do crescimento econômico com base no Turismo local está entre os planos do prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PSB).

Ontem, o prefeito, acompanhado do secretário de Turismo, Esportes e Lazer do Estado de Pernambuco, Felipe Carreras, e do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Moshe Caminha, fizeram uma visita técnica à praia de Gaibu e Vila de Nazaré, áreas que serão incluídas no projeto estruturador a ser desenvolvido pelo Governo do Estado e Prefeitura do Cabo.

A ideia é criar um calçadão, partindo das pedras de Gaibu até o Manguinho, além de promover a padronização das barracas e reordenar o comércio local. “Queremos ressaltar as nossas belezas naturais e fazer com que o Cabo esteja entre os destinos mais procurados do Litoral Sul”, destacou Lula Cabral.

Em Vila de Nazaré, localidade com uma das mais belas vistas da região, a proposta é a construção de um resort. “Estamos aqui observando tudo o que o Cabo precisa para a estruturação turística. A equipe da Secretaria de Turismo vai fazer a avaliação técnica para que, possamos desenvolver um projeto e buscar investimentos com o Governo Federal e Bancos internacionais”, declarou Felipe Carreras. O projeto de grande porte vai beneficiar toda a área litorânea do Cabo de Santo Agostinho.

Também estiveram presentes na visita o secretário de Governo, Paulo Farias do Monte, o secretário de Comunicação Social, Emerson Barros, e o Superintendente de Articulação Política, Elvis Plínio.

Deixe um comentário

Lava Jato quer “tralhas” de Lula no Palácio do Planalto

A força-tarefa da Operação Lava Jato, no Paraná, pediu ao juiz federal Sérgio Moro que autorize a Secretaria de Administração do Planalto a incorporar uma parte das “tralhas” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao patrimônio da Presidência da República.

Os bens estavam no cofre-forte de uma agência do Banco do Brasil, em São Paulo, segundo a Operação Aletheia – que levou o ex-presidente para depor de forma coercitiva no dia 4 de março de 2016.

Na ocasião, a Polícia Federal achou moedas, espadas, adagas, canetas, condecorações e outros objetos de valor que estavam armazenados no cofre do BB desde 2011, sem custo, segundo informou o gerente da agência.

Lula afirma ter recebido o que ele classificou como “tralhas” de presente quando exerceu os dois mandatos (2003/2010). Segundo a Procuradoria da República, os objetos estavam em nome de Fábio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente, e da ex-primeira dama Marisa Leticia Lula da Silva – que morreu no dia 3 de fevereiro -, “conforme documentação que havia sido anteriormente apreendida por ocasião do cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência do ex-presidente”.

Em ofício de 17 de fevereiro, a força-tarefa da Lava Jato afirmou a Moro que a Secretaria do Planalto apresentou relatório e discriminou quais objetos devem ser incorporados ao patrimônio da Presidência.

O documento solicita ainda “autorização para a tomada das providências necessárias para incorporação dos bens em testilha ao patrimônio da Presidência da República”.

O pedido da Procuradoria destaca que os bens estão descritos no “item 61” de um documento da Secretaria de Administração da Presidência. “O Ministério Público Federal requer que seja autorizada a Secretaria de Administração da Presidência da República a adotar as providências necessárias à incorporação, ao patrimônio da Presidência da República, dos bens descritos no item 61 Relatório Final da Comissão Especial”, solicitam os procuradores.

Deixe um comentário

Para Planalto, depoimento de Yunes atinge Governo

Blog do Camartotti

A repercussão do depoimento do amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer, José Yunes, ao Ministério Público Federal foi avaliada com preocupação no Palácio do Planalto.

Isso porque expôs o atual ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e deixou Temer numa saia justa.

Segundo interlocutores do presidente, Yunes agiu como “amigo da onça” para tentar se salvar da delação premiada do ex-vice-presidente da Odebrecht Cláudio Melo Filho.

“Yunes acabou atirando para todos os lados”, avaliou um interlocutor do presidente.

De acordo com a delação, Yunes recebeu em seu escritório, em dinheiro vivo, uma parte de um repasse de R$ 10 milhões da Odebrecht ao PMDB durante as eleições de 2014.

Em sua versão ao MPF, Yunes relatou que recebeu documentos a pedido de Padilha. O portador teria sido o doleiro Lúcio Funaro.

“Yunes deixou todo mundo numa situação ruim porque expôs o presidente Michel Temer e ainda atingiu os aliados mais próximos como Padilha e Geddel [Vieira Lima] com um enredo de ficção científica” disse ao Blog um interlocutor próximo de Temer.

Deixe um comentário

Operadores ligados ao PMDB são detidos em Miami

Do G1

Jorge Luz e o filho dele Bruno Luz, alvos da 38ª fase da Operação Lava Jato, foram presos, hoje, em Miami, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada pelo delegado federal Maurício Moscardi.

A prisão foi possível, de acordo com o delegado, graças à cooperação internacional da polícia de imigração americana (Immigration and Customs Enforcement – ICE) com a Polícia Federal (PF) brasileira.

Segundo a PF, as primeiras informações apontam que os dois haviam omitido informações às autoridades americanas e também estariam irregulares no país.

A defesa dos investigados informou nesta tarde à Justiça Federal brasileira que Jorge e Bruno Luz devem chegar ao Brasil às 8h de sábado (25), no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília.

Os dois tiveram a prisão preventiva decretada em meio a mais recente etapa da Lava Jato, deflagrada na quinta-feira (23). A força-tarefa da Lava Jato apura o pagamento de US$ 40 milhões de propinas durante 10 anos. Segundo as investigações, entre os beneficiários, há senadores e outros políticos, além de diretores e gerentes da Petrobras.

Jorge Luz e Bruno Luz são apontados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal (MPF) como operadores financeiros ligados ao PMDB dentro do esquema de corrupção e desvio de dinheiro dentro da Petrobras.

A defesa de Jorge Luz e Bruno Luz afirmou que os clientes já foram ouvidos em inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) que envolvem pessoas com foro privilegiado, que os depoimentos foram prestados quando os dois já estavam fora do Brasil e que eles estão dispostos a colaborar com as investigações.

Ainda na quinta-feira, os advogados que defendem os suspeitos haviam informado ao juiz Sérgio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato na primeira instância, que os clientes se iriam se apresentar “no menor espaço de tempo possível”.

As suspeitas

A suspeita é a de que Jorge e Bruno tenham atuado em pelo menos cinco episódios. Conforme o Ministério Público Federal (MPF), os dois faziam o meio-de-campo entre quem queria pagar e quem queria receber propina envolvendo contratos com a Petrobras. Para tanto, utilizavam contas no exterior, como na Suíça e nas Bahamas.

Ainda de acordo com o MPF, os operadores atuavam, principalmente, na Área Internacional da Petrobras, que tem indicação política do PMDB. No entanto, em um dado momento, ambos passaram a solicitar propina para o PMDB também em outras diretorias da Petrobras.

Em nota, o PMDB informou que os operadores “não têm relação com o partido e nunca foram autorizados a falar em nome do PMDB”.

Os mandados protocolados pela força-tarefa tiveram como base principal os depoimentos de colaborações premiadas reforçados pela apresentação de informações documentais, além de provas levantadas por intermédio de cooperação jurídica internacional.

A operação foi batizada de Blackout e, além dos dois mandados de prisão, teve 16 mandados de busca e apreensão expedidos.

Deixe um comentário

Anastasia passa a ser cotado para o Itamaraty

O Palácio do Planalto cogita nomear o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) como ministro das Relações Exteriores, no lugar do senador José Serra (PSDB-SP), que deixou o cargo na quarta-feira, alegando problemas de saúde.

A nomeação de Anastasia seria uma forma de o presidente Michel Temer (PMDB) manter a pasta nas mãos do PSDB e, ao mesmo tempo, acalmar a bancada de Minas Gerais no Congresso Nacional, que cobra um espaço no primeiro escalão do governo. “Ele só não será ministro se ele e o PSDB não quiserem”, afirmou um influente parlamentar, muito próximo de Temer.

No PSDB, porém, outros nomes estão cotados para o cargo, entre eles, o do líder do governo no Senado, Aloysio Nunes (SP), e o senador Tasso Jeireissati (CE).

Deixe um comentário

Paulo Câmara amplia vagas de promoções para cabo, sargento e subtenente da PM e Bombeiros

 Promoção Segurança

O topo da carreira dos praças, a patente de subtenente, terá uma ampliação de 109,89%
O governador Paulo Câmara encaminhou nesta sexta-feira (24/02) à Assembleia Legislativa Projeto de Lei Complementar que altera a composição do efetivo da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, reforçando a estratégia de valorizar a carreira militar no âmbito do Estado. Paulo ampliou em 300 as vagas de subtenente (200 em 2017 e 100 em 2018), que é o topo da carreira dos praças, que atualmente tem 182 vagas. Em 2018, serão 482 vagas de subtenentes. Isso representa um crescimento de 109,89%.
“O Governo de Pernambuco enfatiza seu entendimento de que a observância da disciplina e o respeito à hierarquia são condições essenciais ao funcionamento regular das instituições militares, pelo que todas as providências têm sido adotadas para oferecer aos comandos militares as condições de liderança efetiva das corporações”, explicou Paulo Câmara.
“Mais que dobramos o número de vagas de subtenentes, numa demonstração da importância que damos à nossa tropa. Com esse projeto, complementamos o trabalho de valorização dos militares, iniciado com o reajuste dos soldos, já sancionado por mim, que estabeleceu as correções para os meses de maio de 2017, abril de 2018 e dezembro de 2018, com um reajuste médio de 25%”, afirmou o governador.
Com relação ao topo da carreira dos oficiais, que são os coronéis, o projeto de lei prevê a criação de 18 novas vagas (12 em 2017 e 6 em 2018).