Literatura

SEMANA EM HOMENAGEM A POETA LUCILA NOGUEIRA

SEMANA EM HOMENAGEM A POETA LUCILA NOGUEIRA

CINCO ANOS DE SUA PARTIDA LUCILA NOGUEIRA POEMA I DE ZINGANARES LUCILA NOGUEIRA Falarão meus poemas pelas ruas de cor como receita de viver é aqueles que sorriam pelas costas recitarão meus versos sem os ler Falarão meus poemas pelas ruas de cor como receita de viver dirão que fui um mar misterioso onde quem […]

Embarque no Rancho do Ano Novo, criação de Edu Lobo e José Carlos Capinam

Embarque no Rancho do Ano Novo, criação de Edu Lobo e José Carlos Capinam

Capinam, um dos maiores compositores brasileiros O médico, publicitário, poeta e letrista baiano José Carlos Capinam, na letra de “Rancho de Ano Novo”, em parceria com Edu Lobo, fala da tristeza da separação de um grande amor com a despedida na chegada do novo ano. A música faz parte do LP Gracinha Leporace, lançado em […]

LITERATURA – CANÇÃO DO RECOMEÇO Lya Luft

A professora aposentada, escritora, tradutora e poeta gaúcha Lya Fett Luft, no poema “Canção do Recomeço”, volta à casa onde viveu há muito tempo. CANÇÃO DO RECOMEÇO Lya Luft A casa aonde voltei depois de muitos anos, bóia como uma ilha de aguapés na noite, presa por uma raiz doce e dolorosa que me define. […]

Morre a escritora Lya Luft aos 83 anos em Porto Alegre

A escritora morreu na madrugada desta quinta-feira (30); ela tinha sido diagnosticada, há sete meses, com um melanoma (câncer de pele) Escritora Lya Luft Foto: MAURO VIEIRA/AE A escritora Lya Luft morreu aos 83 anos na madrugada desta quinta-feira (30), em casa, em Porto Alegre. Em maio, a autora foi dignosticada com um melanoma – tipo agressivo de […]

Um tostão de chuva que matou o cavalo do sitiante, na poesia de Mário de Andrade

Um tostão de chuva que matou o cavalo do sitiante, na poesia de Mário de Andrade

O romancista, musicólogo, historiador, crítico de arte, fotógrafo e poeta paulista Mário Raul de Moraes Andrade (1893-1945), no poema “Tostão de Chuva”, fala sobre o resultado catastrófico recebido por Antônio Jerônimo, em consequência da zombaria do seu pedido ao “padim” padre Cícero. TOSTÃO DE CHUVA Mário de Andrade Quem é Antonio Jerônimo? É o sitiante […]

Um marco referencial da poesia de Lucila Nogueira. Por Antônio Campos

Um marco referencial da poesia de Lucila Nogueira. Por Antônio Campos

Por Antônio Campos – Escritor, advogado, membro da Academia Pernambucana de Letras e Presidente da Fundação Joaquim Nabuco. Um marco referencial da poesia de Lucila Nogueira Se me fosse dada a oportunidade de escolher o mais belo poema de Lucila Nogueira para uma antologia de ouro de poetas máximos de sua geração, não só de […]

TÃO INTENSA A VIDA. Por José Nivaldo Junior

TÃO INTENSA A VIDA. Por José Nivaldo Junior

 Por  José  Nivaldo  Júnior  – Consultor em comunicação,advogado,historiador, escritor e membro da Academia Pernambucana de Letras.  Lucila, mulher poema. Suave como uma pétala. Áspera como um facheiro. Com a loirice europeia e a morenidade mestiça do Sertão. Fácil de entender como um versículo bíblico. Profunda como um poço que captura águas profundas. O acadêmico Antônio […]

SEMANA EM HOMENAGEM A POETA LUCILA NOGUEIRA

SEMANA EM HOMENAGEM A POETA LUCILA NOGUEIRA

CINCO ANOS DE SUA PARTIDA LUCILA NOGUEIRA SE AINDA HOUVER AMOR Lucila Nogueira Se inda houver amor eu me apresento. E me entrego ao princípio do oceano. E se me atinge a onda, úmida eu tremo esquecida de insones desenganos. E se inda houver amor eu me arrebento feliz, atravessada de esperança e mesmo lacerada […]

UMA HOMENAGEM PARA A POETA LUCILA NOGUEIRA

UMA HOMENAGEM PARA A POETA LUCILA NOGUEIRA

CINCO ANOS DE SUA PARTIDA VÉU DE PIRILAMPO Lucila Nogueira E eu coloquei meus óculos escuros contra a mediocridade dos neons contra a agressão das almas monstruosas e a crueldade oculta nas manhãs — na penumbra amnésica anteparo o cotidiano fogo dos dragões. E eu ajustei meus óculos escuros mas vi gente comendo carne humana […]

Um maravilhoso Natal no folclore brasileiro ainda resiste ao consumismo do Papai Noel

Um maravilhoso Natal no folclore brasileiro ainda resiste ao consumismo do Papai Noel

Um das festa populares mais conhecidas é o Bumba-meu-boi Paulo Peres Imunes à parafernália dos símbolos natalinos europeus de neves, Papai Noel, trenós, renas e pinheiros, algumas regiões brasileiras ainda conseguem fazer um Natal adequado a nossa cultura popular, sob o verão dos trópicos. A tradição natalina dos brasileiros manifesta-se, autenticamente, nos cantos e danças […]