Cultura

Em livro, escritora dá resposta feminina ao ensaio ‘Por que escrevo’, de George Orwell

Editora Autêntica lança livro de Deborah Levy na Flip, nesta sexta-feira Considerada pela crítica literária londrina integrante de uma geração de autores brilhantes que tem ocupado a cena internacional, Deborah Levy vem ao Brasil para lançar a edição em português de Coisas que não quero saber. A autora participará da programação oficial da 15ª Flip (Festa Literária […]

Tarsila do Amaral terá grande exposição no MoMa em 2018

O Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMa), um dos mais importantes do mundo, anunciou que fará a primeira grande exposição da artista brasileira Tarsila do Amaral em fevereiro de 2018. Serão apresentadas 130 obras de uma das vanguardistas do modernismo do século 1920, em peças que passarão por toda a trajetória da brasileira, […]

Após críticas e protestos, uma FLIP mais diversa

Com centro na obra de Lima Barreto, 15ª edição da Festa Literária de Paraty alcança paridade de gênero e inclui 30% de autores negros em sua programação Por Tory Oliveira Após pressão dos movimentos negros, de protestos e de ser acusada de ser um “arraial da branquitude” na edição de 2016, a FLIP – Festa Literária de […]

Em 2003, Paulo César Pinheiro já previa a deterioração das favelas

Pinheiro, com saudade das favelas O cantor, compositor e poeta carioca Paulo César Francisco Pinheiro é considerado um dos maiores autores da canção popular do Brasil, cuja obra ultrapassa 2 mil músicas compostas. A letra de “Nomes de Favelas” denuncia as mudanças e a violência existentes nas favelas cariocas. Este samba foi gravado por Paulo […]

LITERATURA

Florbela Espanca Amor que morre O nosso amor morreu… Quem o diria! Quem o pensara mesmo ao ver-me tonta, Ceguinha de te ver, sem ver a conta Do tempo que passava, que fugia! Bem estava a sentir que ele morria… E outro clarão, ao longe, já desponta! Um engano que morre… e logo aponta A […]

LITERATURA

MACHADO DE ASSIS As Rosas Rosas que desabrochais, Como os primeiros amores, Aos suaves resplendores Matinais; Em vão ostentais, em vão, A vossa graça suprema; De pouco vale; é o diadema Da ilusão. Em vão encheis de aroma o ar da tarde; Em vão abris o seio úmido e fresco Do sol nascente aos beijos […]

Que tempos

                                                                Ilustração reproduzida de geradormemes.com Ruy Castro Folha Não frequento missas, exceto as de sétimo dia, mas ouvi dizer que alguns padres, perigosamente afinados […]