Literatura

O extraordinário veio humorístico de Bastos Tigre, mestre da poesia e do jornalismo

O extraordinário veio humorístico de Bastos Tigre, mestre da poesia e do jornalismo

O engenheiro, publicitário, bibliotecário, humorista, jornalista, compositor e poeta pernambucano Manoel Bastos Tigre (1882-1957), no poema “Voz Interior”, depois de tanto filosofar, encontra a resposta para o seu questionamento. Detalhe: Bastos Tigre era autor dos mais criativos anúncios afixados no interior dos bondes, principal meio de transporte de sua época, inclusive os versos que transformaram […]

LITERATURA – Soneto XVIII – William Shakespeare

LITERATURA – Soneto XVIII – William Shakespeare

Soneto XVIII William Shakespeare “Se te comparo a um dia de verão És por certo mais belo e mais ameno O vento espalha as folhas pelo chão E o tempo do verão é bem pequeno. Ás vezes brilha o Sol em demasia Outras vezes desmaia com frieza; O que é belo declina num só dia, […]

O desesperado sentimento da despedida, na poesia realista de Augusto Frederico Schmidt

O desesperado sentimento da despedida, na poesia realista de Augusto Frederico Schmidt

Schmidt criava  um galo em seu apartamento no Rio O empresário e poeta carioca Augusto Frederico Schmidt (1906-1965), no poema “Despedida”, aborda sentimentos guardados desde a infância e que nem todas as pessoas podem entender. DESPEDIDA Augusto Frederico Schmidt Os que seguem os trens onde viajam moças muito doentes com os olhos chorando Os que […]

HÁ 10 ANOS PARTIA O POETA FRANCISCO BANDEIRA DE MELO. Por Flávio Chaves

HÁ 10 ANOS PARTIA O POETA FRANCISCO BANDEIRA DE MELO. Por Flávio Chaves

 Pernambuco é ingrato com os seus   filhos Por Flávio Chaves – Jornalista, escritor e membro da Academia Pernambucana de Letras. Foi Delegado Federal/Minc A partida do Poeta Francisco Bandeira de Melo, deixou muitos dos seus amigos órfãos. Um grande literato e humanista marcante. Um ser humano verdadeiro. Eu tive a honra de ser seu amigo […]

A crônica sem destino – Roberto DaMatta

A crônica sem destino – Roberto DaMatta

      A solidão tem muito com a vida e muito com a morte. Os mortos estão sós e são abandonados. Devem estar dormindo profundamente, como disse Manuel Bandeira. Por algum tempo eles detêm toda a nossa atenção, mas são em seguida abandonados. E esquecidos. São entregues, sob o brilho das nossas lágrimas, a […]

Uma obra “cruel e lúcida”, entre “o ressentimento e a saudade”: cinco livros para conhecer Abdulrazak Gurnah, o Nobel da Literatura

Uma obra “cruel e lúcida”, entre “o ressentimento e a saudade”: cinco livros para conhecer Abdulrazak Gurnah, o Nobel da Literatura

Nome quase desconhecido em Portugal, Abdulrazak Gurnah tem uma escrita política e aborda com frequência a época dos impérios coloniais em África. Só um dos seus romances está traduzido entre nós. Bruno Horta ?Radicado em Inglaterra desde 1968, onde chegou para estudar enquanto refugiado, Abdulrazak Gurnah começou a publicar em 1987 Apenas um livro de […]

Escritor Itamar Vieira Jr. aborda um Brasil quase esquecido

Escritor Itamar Vieira Jr. aborda um Brasil quase esquecido

Em meio a uma nova produção, o autor soteropolitano colhe os frutos do seu romance premiado “Torto Arado” Itamar Vieira Jr.  – Foto: Adenor Gondim/Divulgação Um dos palestrantes de abertura da 13ª Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, aos 42 anos, Itamar Vieira Jr. é um dos nomes mais importantes da literatura brasileira na atualidade. O […]

Abdulrazak Gurnah, da Tanzânia, ganha Nobel de Literatura 2021

Abdulrazak Gurnah, da Tanzânia, ganha Nobel de Literatura 2021

O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (7) pela Academia Sueca; o escritor é o primeiro africano negro a receber a honraria desde 1986 Abdulrazak Gurnah, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2021 A Academia Sueca cumpriu a promessa de estender o “alcance geográfico” do Nobel de Literatura e concedeu nesta quinta-feira (7) o […]

O PODER DAS PALAVRAS, Veja o vídeo.

O PODER DAS PALAVRAS, Veja o vídeo.

É um lindo dia, e eu não posso vê-lo

A era pós-alfabética

A era pós-alfabética

Carola Saavedra e Joca Reiners Terron conversam sobre as relações humanas na era da aceleração tecnológica e o papel do escritor diante de um mundo comandado por algoritmos CAROLA SAAVEDRA  –  COLÔNIA/ALEMANHA Ilustração: Carolina Vigna Conversa com Joca Reiners Terron 1. Carola: Da última vez que nos encontramos, em Portugal, no Festival de Óbidos (novembro de […]