Literatura

Adieu, adieu, adieu. Por Luis Fernando Veríssimo

Adieu, adieu, adieu. Por Luis Fernando Veríssimo

    Sabe-se muito pouco sobre a vida de Shakespeare, e ninguém pode dizer ao certo o que é verdade ou invenção no pouco que se sabe. Encontrei o livro numa livraria de língua inglesa em Munich. O título era irresistível: “Nabokov’s Shakespeare”. O William Shakespeare de Vladimir Nabokov! Escrito por um americano de quem […]

Morre Guimarães Rosa

Morre Guimarães Rosa

NESTA DATA Em 19 de novembro de 1967, morreu Guimarães Rosa, autor aclamado pela crítica por suas inovações nas formas e na escrita Suas obras eram caracterizadas pelas inovações de linguagem, com influência do vocabulário popular, regional e erudito (Reprodução/Internet) Nascido no dia 27 de junho de 1908, em Cordisburgo (MG), Guimarães Rosa teve como […]

O poema subjaz e insiste sem existir, na visão criativa do poeta Artur da Távola

O poema subjaz e insiste sem existir, na visão criativa do poeta Artur da Távola

Artur da Távola era um político intelectualizado Artur da Távola era o pseudônimo do carioca Paulo Alberto Moretzsohn Monteiro de Barros (1936-2008) que, além de advogado, jornalista, radialista, professor e político, era um excelente poeta, como podemos constatar no “Soneto Inascido”, em que ele aborda os estados e os sentidos que fazem o poema existir […]

Biografia faz retrato sem concessões da escritora Susan Sontag

Biografia faz retrato sem concessões da escritora Susan Sontag

Livro escrito por Benjamin Moser será lançado no dia 29 e mostra os caminhos pelos quais a ensaísta e ficcionista se tornou popular A escritora Susan Sontag, que ganha uma biografia, já foi considerada como ‘a última estrela literária dos Estados Unidos’ Foto: Annie Leibovitz/Reprodução Aos 11 anos, Susan Lee Rosenblatt tomou uma decisão. Ela […]

Esse Chico…

Esse Chico…

O livro vai me dizendo, de mim para mim: sou do Leblon, mas não dou porrada em índio velho, não esculacho os zeladores, nem ando armado Por ARNALDO BLOCH O livro de Chico, sábado, na mesa da sala, me chama e diz: pare tudo, pare a crônica, a TV, pare com esse pianinho, é hora […]

MÚSICA – Belchior – Fotografica 3×4

MÚSICA – Belchior – Fotografica 3×4

MÚSICA Belchior – Fotografica 3×4

‘O Irlandês’ muda os filmes de gângster como conhecemos?

‘O Irlandês’ muda os filmes de gângster como conhecemos?

O mais recente épico de Martin Scorsese é um filme em movimento – mas também serve como uma bela canção para todo um gênero de cinema do século XX Personagens do novo filme de Scorsese não ficam em glória (Foto: Divulgação/Netflix) Para Martin Scorsese – um cineasta cujo trabalho costuma ser caracterizado por uma vitalidade […]

Morre Marcel Proust

Morre Marcel Proust

No dia 18 de novembro de 1922, morreu Marcel Proust Marcel Proust nasceu em Auteuil, subúrbio de Paris, em 1871. De saúde frágil, teve uma infância cheia de cuidados. Durante a adolescência, viveu nos Champs-Élysées, em Paris, onde o ar saudável ajudava a diminuir os efeitos da asma. Em 1891, ingressou na Faculdade de Direito […]

Centauros na Corte. Por José Paulo Cavalcanti Filho

Centauros na Corte. Por José Paulo Cavalcanti Filho

…Em resumo, e mesmo depois de condenados, alguns criminosos ficam soltos e outros presos. Embora sejam, todos, considerados pelo Supremo inocentes. Difícil entender. É como se estes ministros fossem centauros do século XXI. Contraditórios. Incoerentes. Insensíveis à voz que vem das ruas. Faltando só lembrar que, na mais famosa lenda sobre eles, o centauro Nesso […]

E o poeta queria cobrir os olhos da amada com uma folha de parreira…

E o poeta queria cobrir os olhos da amada com uma folha de parreira…

Arthur Azevedo é um dos pioneiros do Teatro brasileiro O dramaturgo, jornalista, contista e poeta maranhense Artur Nabantino Gonçalves de Azevedo (1855-1908) sustenta que “Por Decoro”, os olhos do seu amor, quando expostos publicamente, deveriam estar cobertos por uma discreta folha de parreira. POR DECORO Artur Azevedo Quando me esperas, palpitando amores, e os lábios […]