Deixe um comentário

Marcha da discórdia hoje sobre Brasília: CUT x Força

 

 Com a pretensão de reunir 40 mil pessoas em Brasília, hoje, a marcha dos trabalhadores acontece em clima de conflagração entre Força Sindical e CUT, informa Vera Magalhães, hoje, na sua coluna da Folha de S.Paulo. ”Enquanto a primeira tenta transformar a mobilização em protesto contra a medida provisória dos Portos, a segunda defende o governo. Vágner Freitas, presidente da CUT, vê risco de o evento ‘se curvar aos interesses dos patrões’, em referência ao fato de a Força ter articulado com empresários do setor portuário a reação à MP.”

Dia ainda a colunista que dirigentes da Força pretendem instalar dois contêineres similares aos usados nos portos na Praça dos Três Poderes para dar visibilidade ao protesto contra a MP. Oito ônibus de portuários partiram de Santos para engrossar a marcha.

Repórter que discutiu com Chávez agredida em Caracas

Repórter apareceu ensaguentada no ar procurando por policiais Foto: Terra Espanha / Reprodução

Repórter apareceu ensaguentada no ar procurando por policiaisA repórter colombiana Carmen Andrea Rengifo, correspondente da TV RCN, apareceu ensaguentada no ar após ser agredida por um grupo de simpatizantes de Hugo Chávez nos arredores do Hospital Militar Carlos Arvelo, em Caracas, onde o ex-líder estava internado até a sua morte, confirmada nesta segunda-feira.

Rengifo e o cinegrafista alegam terem recebido diversas ameaças de militantes. Ao vivo, já após o ataque, ela procurou ajuda de policiais, mas teve que abandonar o local. Ao fundo, era possível ouvir um grito de ‘viva, Chávez! Malditos!’

A repórter tinha relação conturbada com Chávez, com quem trocou palavras ríspidas em algumas entrevistas.

‘É preciso ter objetividade. Se você é jornalista deve se preocupar com suas expressões para demonstrar a seriedade do veículo para o qual você trabalha’, declarou o ex-presidente em um depoimento sobre a repórter.(Portal Terra – Com informações do Terra Espanha)

Eduardo antecipa campanha em visitas ao Sudeste

 Entrando no clima de antecipação da campanha para presidente, que chegou a criticar, o governador pernambucano Eduardo Campos (PSB) planeja percorrer, nos próximos meses, os maiores colégios eleitorais do Pais, Rio, São Paulo e Minas, o “triangulo das Bermudas”. A informação é de Cláudio Humberto, na sua coluna desta quarta-feira. No roteiro, também seminários sobre desenvolvimento e encontros regionais do PSB. Gasto público e boa gestão serão motes da campanha. O PSB vai usar os programas de rádio e tevê, que vão ao ar em abril, para resgatar a história da sigla e lançar Campos como estrela.

Ilimar Franco, em sua coluna do Globo entra também no mesmo tema, com a seguinte nota: Candidatíssimo ao Palácio do Planalto, o governador Eduardo Campos (PSB) já está trabalhando sua imagem no restante do país. Em janeiro, numa revista especializada em política, editada em Porto Alegre (RS), a VOTO, o governo de Pernambuco publicou um anúncio publicitário de dez páginas do Programa GANHE O MUNDO, da Secretaria da Educação. Num
dos títulos diz: “O Brasil inteiro está aprendendo com Pernambuco”.
Por estas e outras que, em conversa recente, com petistas, quando
perguntaram ao ex-presidente Lula se na mesma situação de Campos ele não concorreria à Presidência, respondeu sem pestanejar: “É óbvio que sim.”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: