Google lança Pixel, laptop Chrome com tela de toque

 NEW YORK TIMES

O Pixel foi desenvolvido e fabricado pela própria Google, diferentemente de outros Chromebooks feitos por Samsung, Acer, HP e Lenovo. Jeff Chiu / AP

A Google anunciou nesta quinta-feira um novo membro de sua família de laptops Chrome, o Pixel. Ele tem tela touch, e, da mesma forma que seus “parentes”, armazena todos os dados on-line, sem usar programas tradicionais de desktop.

O Pixel foi desenvolvido e fabricado pela própria Google, diferentemente de outros Chromebooks feitos por Samsung, Acer, HP e Lenovo.

O preço ficou bem mais salgado que o de outros dispositivos da linha. O Pavillion 14 Chromebook, da HP, sai por US$ 330, enquanto a versão Wi-Fi do Pixel que sai nos EUA na próxima semana custará US$ 1.300. Já a versão com 4G LTE chega ao país em abril sairá por US$ 1.450.

Segundo analistas, a novidade visa a concorrer com Apple e Microsoft pelo mercado dos “power users”, usuários sofisticados que querem produtos com mais recursos. Mas será que esses usuários querem mesmo um laptop onde só podem usar a nuvem para guardar seus arquivos?

Para Sundar Pichai, vice-presidente da Google para a divisão Chrome, a resposta é sim. “Para quem está mergulhado na nuvem e realmente deseja um bom laptop, este é o melhor hardware”, garantiu numa entrevista.

Segundo Pichai, a tela do Pixel é mais brilhante que o usual em notebooks, e com maior resolução. Em compensação, a autonomia da bateria sofre com tais características.

O computador permitirá conectar um cartão de câmera digital, abrindo-o direto na rede social Google+. Também conta com o editor QuickOffice, com o qual o usuário poderá abrir e mexer em documentos Microsoft Word ou Excel (eles ainda são os formatos mais usados por aí, apesar da nuvem, afinal).

O Pixel será vendido nas lojas da Best Buy nos EUA e através da loja on-line Google Play.

Deixe uma resposta