Justiça suspende passaporte diplomático de Valdemiro

Apóstolo e sua esposa, bispa Franciléia, tiveram documentos cancelados

Apóstolo Valdemiro Santiago e a esposa, bispa Franciléia Foto: Reprodução

A Justiça Federal de São Paulo mandou suspender e recolher os passaportes diplomáticos do apóstolo Valdemiro Santiago e de sua esposa, a bispa Franciléia, líderes da Igreja Mundia do Poder de Deus. A decisão é do juiz Hong Kou Hen, da 8ª Vara Cível, em resposta à ação protocolada pelo advogado Ricardo Nacle.

Os documentos foram concedidos na última semana pelo governo federal. Na ocasião, o Itamaraty publicou a concessão do benefício no Diário Oficial da União (DOU). O governo argumentou que líderes evangélicos devem ter o passaporte diplomático para o exercício missionário.

– Ao portar passaporte diplomático, seu titular poderá desempenhar de maneira mais eficiente suas atividades em prol das comunidades brasileiras no exterior – justificou.

Esta é a segunda vez que a Justiça Federal de São Paulo suspende os passaportes do casal de religiosos. Em 2016, a ex-presidente Dilma Rousseff havia concedido o mesmo benefício, que também foi cancelado.

Deixe uma resposta