Deixe um comentário

Noite de comemoração na Assembleia Legislativa

Casa celebrou 178 anos e entregou medalhas Frei Caneca

Teresa Duere,presidente do TCE,recebe homenagem da ALEPE, coma medalha Frei Caneca

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) realizou, na noite de ontem, sessão solene em comemoração a seus 178 anos de fundação. Na ocasião, a Casa concedeu a Medalha do Mérito Popular e Democrático Frei Caneca ao Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar) e à presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a conselheira Teresa Duere. As homenagens foram propostas, respectivamente, pelos deputados Guilherme Uchoa, que é presidente da Alepe, e Sebastião Rufino.

Uchoa explicou que a medalha foi criada em 2008 e é concedida anualmente a pessoas físicas e jurídicas que desenvolvem ações de destaque na defesa da democracia e igualdade de direitos, ideais defendidos por Frei Caneca durante a Revolução Pernambucana de 1817. Segundo ele, o Sindaçúcar merece a comenda por apoiar os envolvidos na cadeia produtiva do setor sucroalcooleiro no Estado. “O sindicato é referência nacional em pesquisa e desenvolvimento, e tem contribuído para a causa ambiental”, destacou.

O presidente do Sindaçúcar, Renato Cunha, declarou que o reconhecimento do Poder Legislativo é a todo o setor, uma indústria sempre presente na história do Estado e responsável por mais de 40% das exportações locais. Cunha alertou sobre as dificuldades do segmento com as recentes secas e por falta de apoio governamental. “A indústria (da cana) vem sofrendo grande desorientação energética por parte do Governo Federal, além de problemas como a competição do etanol com a gasolina”, apontou.

O deputado Sebastião Rufino elogiou a conselheira Teresa Duere, definindo-a como “uma mulher pioneira e combativa”. “Teresa formou sua trajetória em bases democráticas que a levaram a ser a primeira mulher presidente do Tribunal de Contas do Estado. É referência para todas as mulheres”, declarou. A homenageada agradeceu a comenda e resgatou a memória de Frei Caneca. “A obra dele não foi concluída; foi iniciada. Nosso desafio é sair da zona de conforto e contribuir para que haja um pacto federativo, resgatando, assim, a altivez e soberania do povo brasileiro”, de­clarou. Estiveram presentes à solenidade o presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro, e o diretor Executivo da Folha de Pernambuco, Paulo Pugliesi.

LANÇAMENTOS

No evento, foi lançado o livro “Transitando na história: documentos do Poder Legislativo de Pernambuco”, organiza­do pela Assistência de Preservação do Patrimônio Histórico do Legislativo. Ainda na ocasião, o cantor Nando Cordel lançou a música “Melhore o mundo”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: