Deixe um comentário

Curitiba inaugura nesta quinta-feira primeira “Tuboteca”

Pequenas bibliotecas serão instaladas em estações-tubo do transporte coletivo. Usuários poderão retirar livros gratuitamente

Marcelo Andrade/ Agência de Notícias Gazeta do Povo

Marcelo Andrade/ Agência de Notícias Gazeta do Povo / Tubos com as bibliotecas são identificados pelo adesivo do projeto

Tubos com as bibliotecas são identificados pelo adesivo do projeto

Incentivo à leitura

 A partir de quinta-feira (28), quem pega ônibus em Curitiba passa a contar com um incentivo à leitura. A primeira “Tuboteca”, projeto que prevê a instalação de pequenas bibliotecas em estações-tubo do transporte coletivo da capital paranaense, será inaugurada na Praça Rui Barbosa. O projeto-piloto prevê a instalação de outras nove unidades na capital paranaense.
Tubotecas

Já em operação

Praça Rui Barbosa

– Estação da linha Pinheirinho/Rui Barbosa
– Estação da linha Pinhais/Rui Barbosa
– Estação da linha Centenário/Campo Comprido (dois sentidos)

Serão inauguradas na segunda-feira (1º)

Estação Central

– Estação da linha Santa Cândida/Capão Raso (ambos os sentidos)

Praça Carlos Gomes

– Estação da linha Boqueirão e Ligeirão Boqueirão

Rua Lourenço Pinto

– Estação da linha Ligeirão Pinheirinho/Carlos Gomes

Avenida Marechal Floriano Peixoto (na Linha Verde)

– Ligeirão Pinheirinho/Carlos Gomes (ambos os sentidos

Em breve, outros três tubos das Rui Barbosa também contarão com as pequenas bibliotecas. Além dessas, as outras unidades estarão distribuídas entre Estação Central, Rua Lourenço Pinto e Avenida Marechal Floriano Peixoto (seja a localização ao lado). Os tubos que contêm as bibliotecas são identificados por um adesivo do programa. Responsáveis pela iniciativa, a Fundação Cultural de Curitiba (FCC), a Urbanização Curitiba S/A (Urbs) e o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), pretendem ampliar o projeto a outros tubos da cidade, em uma segunda fase.

O cidadão não precisará fazer nenhum tipo de cadastro para retirar os livros: basta pegar o exemplar que lhe chamou a atenção e degustar a leitura. O leitor poderá permanecer com o livro por tempo indeterminado e levá-lo para a casa. Ao término, a obra poderá ser devolvida em qualquer “Tuboteca”. Haverá opções diversas, como romances, contos, poesias e livros infantis.

O projeto começa a funcionar com livros doados pela FCC. Mas, além de fomentar a leitura, a iniciativa visa estimular a doação de livros. Os exemplares poderão ser doados diretamente nas Casas da Leitura, mantidas pela Fundação, ou em sua sede (à Rua Engenheiro Rebouças, 1.732, bairro Rebouças), ou ainda no IPPC (Rua Bom Jesus, 669, Juvevê) ou na Prefeitura (Avenida Cândido de Abreu, 817, Centro Cívico).

fonte:gp

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: