Deixe um comentário

Te cuida, Lula!

:

Revista Época informa que ex-presidente vem se aconselhando com o advogado Marcio Thomaz Bastos sobre o possível processo relacionado às denúncias de Marcos Valério; segundo a publicação, o ex-ministro da Justiça o tranquilizou e disse que não há base para uma investigação; o problema é que Bastos, que orientou a defesa de vários réus na Ação Penal 470, perdeu todas as apostas ao longo do processo.

DO PORTAL BR247

A revista Época deste fim de semana traz a seguinte nota, publicada pelo colunista Felipe Patury:

Lula e o mensalão

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece que não está nem aí para a denúncia do publicitário Marcos Valério de que era o chefe do mensalão. Em particular, conversou com o criminalista Marcio Thomaz Bastos sobre o caso em apuração pelo Ministério Público. Na avaliação de Bastos, o pior cenário para Lula é uma eventual convocação para depoimento. A dor de cabeça para por aí. Bastos está convencido de que não há base para a investigação seguir.

Humm… melhor colocar as barbas de molho. Orientador da defesa de vários réus na Ação Penal 470, Bastos foi o grande derrotado ao longo do processo. Quando foi contratado por R$ 10 milhões pelo Banco Rural, o ex-ministro da Justiça certamente não previu que o pior cenário para o vice-presidente José Roberto Salgado seria uma condenação a mais de dez anos anos de prisão, em regime fechado.

Além disso, todos os réus que contrataram advogados indicados ou apadrinhados por Bastos – e isso vale para Delúbio Soares, José Dirceu, João Paulo Cunha e Kátia Rabello – também não colheram bons resultados.

Sobre o eventual processo relacionado a Lula, sabe-se que o procurador-geral Roberto Gurgel não escolheu ao acaso o Ministério Público de Minas Gerais (leia mais aqui). E não será surpresa se, ali, em Belo Horizonte, nascer um inquérito criminal contra o ex-presidente Lula, às vésperas de uma eleição presidencial.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: