Deixe um comentário

Indústrias de Pernambuco terão mais benefício

Depois de ter sido o mais beneficiado com a redução das tarifas anunciadas em janeiro pela presidente Dilma Rousseff, com um decréscimo médio de 20,1%, o setor industrial pernambucano pode comemorar ainda mais. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apresentou uma nova proposta de redução média para vigorar em abril, de 3,63%, que serão adicionados ao primeiro desconto. Os consumidores residenciais, por outro lado, amargam uma proposta de aumento de 6,02% na tarifa.

Segundo o diretor da Aneel, Julião Coelho, as reduções no setor industrial são resultados de uma mudança na metodologia do cálculo das tarifas. “Os custos das distribuidoras são repassados para os diversos tipos de consumidores e, antigamente, a indústria suportava uma tarifa bem maior. Revisamos o modelo de oneração em todo o Brasil, mas o setor residencial não está subsidiando o industrial”, explicou.

Todo tipo de alteração na conta de energia das indústrias, automaticamente, afeta outra conta do brasileiro: a de água. Mesmo assim, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que, por orientação do governador Eduardo Campos repassaria a queda no preço da tarifa na energia elétrica aos consumidores, afirmou, por meio da assessoria de Imprensa, que não deve alterar as taxas definidas na semana passada, reajustadas em 5,19%.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: