Vício no celular está afastando as famílias dentro de suas próprias casas

A tecnologia torna nossas vidas muito mais práticas e é muito bom poder viver em uma época em que a comunicação entre todas as partes do mundo é altamente desenvolvida, e nossos amados estão a apenas uma mensagem de distância.

No entanto, devemos ficar atentos ao risco que o vício na tecnologia pode oferecer aos relacionamentos das pessoas que já estão a nosso lado.

Um dos eletrônicos mais utilizados por nós são os aparelhos celulares, porque permitem uma grande tecnologia, em um formato perfeito, que se encaixa nas palmas de nossas mãos. Além das ligações e mensagens, através deles podemos acessar as redes sociais e estar mais inteirados das vidas dos amigos que não podemos encontrar todos os dias.

Muitos de nós, mesmo sem perceber, estamos perigosamente viciados nos celulares e passamos mais tempo olhando nossas redes sociais do que nos conectando com nossas famílias e amigos.

O fotógrafo alemão Al Lapkovsky desenvolveu um projeto que mostra exatamente como o vício nos celulares está afetando lares em todo o mundo.

As imagens são fortes e mostram a solidão e a distância criada entre pais e filhos e também parceiro, graças à influência dos celulares. Veja algumas fotos de Al Lapkovsky abaixo:

vício no celular está2

vício no celular está3

vício no celular está4

vício no celular está5

vício no celular está6

vício no celular está7

vício no celular está8

vício no celular está9

vício no celular está10

Essas fotos são um grande incentivo para repensarmos a importância que os celulares ocupam em nossas vidas. Não precisamos abandoná-los nem deixar de usar nossas redes sociais, mas precisamos nos reeducar para não permitir que a tecnologia nos afaste do que é real e está ao nosso lado.

As pessoas são preciosas, os relacionamentos com aqueles ao nosso redor são fundamentais para vivermos felizes e realizados. Manter uma comunicação com o mundo é muito legal e benéfico, mas os “likes” das redes sociais nunca irão substituir uma conexão real com outro alguém.

Direitos autorais da imagem de capa: Al Lapkovsky

Luiza Fletcher Por LUIZA FLETCHER – Há quatro anos escreve para o site O Segredo, um dos maiores portais do Brasil sobre desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta