Proclamação da República

No dia 15 de novembro de 1889, o Marechal Deodoro da Fonseca proclama a República no Brasil

Proclamação da República
‘Proclamação da República’ de Benedito Calixto (1893) (Wikimedia)
Devido as diversas crises institucionais no reinado de D. Pedro II, como a crise econômica causada pela Guerra do Paraguai, e as diversas manifestações ideológicas entre 1870 e 1880, com ideias de liberdade e participação do povo na política nacional, Marechal Manuel Deodoro da Fonseca comandou um levante militar em 1889, que obrigou D. Pedro II a abdicar.

No dia 15 de novembro de 1889, o Marechal Deodoro da Fonseca, apoiado pelos republicanos, demitiu o Conselho de Ministros, assinou um manifesto proclamando a República no Brasil e instalou um governo provisório. Três dias depois Dom Pedro II embarcava para a Europa, acompanhado da família real. O retorno de membros da família real ao Brasil só foi permitido duas gerações mais tarde.

Após a República ser proclamada, uma série de reformas foi decretada, como a separação do Estado e da Igreja. Uma nova Constituição foi promulgada inspirada no documento dos Estados Unidos.

Era o fim da monarquia no Brasil e o início da República Brasileira, com Marechal Deodoro da Fonseca assumindo provisoriamente o posto de presidente do Brasil. Desta forma, o país passou a escolher seu presidente através de voto popular.

Fontes:
Brasil Escola-15 DE NOVEMBRO – DIA DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Info Escola-Proclamação da República

Deixe uma resposta