É inaugurada a primeira Bienal de São Paulo, no MAM

Em 20 de outubro de 1951, foi inaugurada a primeira Bienal Internacional de Arte de São Paulo, no Museu de Arte Moderna

É inaugurada a primeira Bienal de São Paulo, no MAM
Primeira Bienal de SP ocorreu no MAM (Foto: Wikimedia)
Em 20 de outubro de 1951, foi inaugurada a primeira Bienal Internacional de Arte de São Paulo, no Museu de Arte Moderna (MAM/SP). Inspirado na Bienal de Veneza, o empresário de origem italiana Francisco Matarazzo Sobrinho, conhecido como Ciccillo Matarazzo, idealizou o projeto que tinha como objetivo colocar o Brasil no circuito internacional dos grandes eventos de arte.

A Bienal de São Paulo foi a primeira exposição de arte moderna de grande porte realizada fora dos centros culturais europeus e norte-americanos. Outras realizações culturais nos anos 1940 contribuíram para a origem da Bienal, como a criação do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp, 1947), do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC, 1948), do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP, 1949) e da Companhia Cinematográfica Vera Cruz (1949).

Com o apoio de sua esposa Yolanda Penteado e do também empresário Assis Chateaubriand, Ciccillo Matarazzo trouxe para a exposição vários artistas consagrados para a esplanada do edifício Trianon, no MAM/SP. Nomes como Pablo Picasso, Alberto Giacometti, Lasar Segall e Jorge Mori, tiveram suas obras expostas no evento.

A primeira Bienal causou um grande impacto na cidade e na produção artística brasileira. Entretanto, as obras que vieram para a Bienal sofreram severas críticas de, entre outros, de Mário Pedrosa. Mais de 1.800 obras de 23 países, além da representação nacional, foram apresentadas na Bienal.

Fontes:
UOL-Bienal Internacional de São Paulo

Deixe uma resposta