Políticos lamentam morte de Dorany Sampaio

O ex-presidente e um dos fundadores do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) em Pernambuco Dorany Sampaio morreu em casa, no Recife, na manhã de hoje. Advogado, Dorany tinha 91 anos e comandou a legenda por quase 27 anos, entre 1989 e 2015. Ele também presidiu a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), durante o governo do ex-presidente José Sarney, no fim dos anos 1980.

Após a divulgação do falecimento, políticos manifestaram notas de pesar pela morte de Dorany. Confira algumas delas:

Bruno Araújo – deputado federal pelo PSDB

“Dorany foi um bravo lutador pela restauração da democracia. Exerceu a vida pública com dignidade. Homem de tratamento suave e ação firme”.

Geraldo Julio – prefeito do Recife pelo PSB

“Pernambuco acorda de luto com a notícia do falecimento de Dorany Sampaio. Um democrata e humanista que foi cassado pela ditadura militar por não abrir mão desses ideais. Referência na política pernambucana e especialmente no MDB, partido que conduziu por 27 anos, quando sobressaiu sua capacidade de diálogo e articulação. Perda muito grande para Pernambuco e para o Brasil. Quero enviar meus sentimentos aos amigos e familiares de Dorany”.

Augusto Coutinho – deputado federal pelo SD

“O desaparecimento do ex-deputado Dorany Sampaio deixa uma lacuna imensa na política pernambucana. Dorany foi um dos símbolos da luta democrática por um Brasil melhor, e participou de importantes momentos da política nacional. Consolidamos uma forte amizade no período em que atuamos como secretários nas gestões de Jarbas Vasconcelos e Roberto Magalhães na Prefeitura do Recife. Me solidarizo com Dona Lizete, com todos os seus familiares e amigos neste momento difícil”.

Anderson Ferreira – prefeito de Jaboatão dos Guararapes pelo PR

“A política de Pernambuco perde um de seus grandes referenciais com o falecimento de Dorany Sampaio, mas seu legado de liderança fica para todos nós. À família, desejo conforto nesse momento de saudade”.

Jarbas Vasconcelos – deputado federal pelo MDB

“A perda de Dorany Sampaio deixa uma lacuna muito grande na política pernambucana e na do País. Dorany exerceu um papel relevante no período da ditadura e ao longo dos anos seguintes. Foi uma liderança dentro do MDB que sempre soube ouvir e conduzir de forma ampla e democrática o partido. Sua atuação e sua voz sempre foram de destaque e servia de inspiração para todos nós, não só para os que militavam e militam no MDB mas os que fazem política por convicção e por vontade de tornar esse país um lugar mais justo e digno para todas. Para mim o sentimento é de grande perda porque foi embora também um amigo. Um amigo que era um pai de família exemplar”.

Executiva do MDB Nacional

“O MDB Nacional lamenta profundamente o falecimento do ex-presidente do MDB-PE Dorany Sampaio. Homem a frente de seu tempo, foi um dos fundadores do MDB e presidiu o partido no estado por 27 anos. Sua força e coragem demonstradas no enfrentamento à ditadura e sua vitalidade enquanto líder político continuarão servindo de exemplo para todos os emedebistas que admiraram de perto ou de longe sua trajetória nas últimas décadas. O MDB se solidariza com familiares, amigos e admiradores de Dorany”.

André Ferreira – deputado estadual pelo PSC

A política pernambucana amanheceu mais pobre com a partida de Dorany Sampaio. Pude comprovar a sua conduta reta durante o período em que militei no PMDB, partido que conduziu com sabedoria e sensatez. Dorany deixa um legado de diálogo e resistência, atributos tão importantes nos dias atuais.

Paulo Câmara – governador de Pernambuco pelo PSB

“Dorany Sampaio teve uma história de vida ligada à luta democrática, de combate ao autoritarismo. No retorno à normalidade democrática, ocupou importantes funções públicas. Quero expressar os meus sentimentos e a minha solidariedade aos seus familiares e amigos”.

Mendonça Filho – ministro da Educação

“Minha eterna reverência ao amigo Dorany Sampaio. Amigo de papai, Dora é daquelas amizades que se perpetuam de geração a geração, marcada por uma longa convivência, pelo respeito e admiração mútuos. Neste momento de sua partida, minha solidariedade com a família e amigos”.

José Humberto Cavalcanti – deputado estadual e presidente do PTB-PE

“O Dr. Dorany Sampaio foi um político múltiplo, um homem vocacionado para servir e, assim o foi durante toda a sua vida. Como dirigente partidário, soube exercer, com dignidade e profundo respeito, a sua condição de liderança, privilegiando um sentimento gregário admirado e respeitado por todos os que integravam, na sua gestão, o PMDB de Pernambuco.

Como deputado sempre se destacou pela lucidez de seus posicionamentos. Pessoa discreta, humilde e conciliador, sempre se colocava disponível para ouvir a todos que lhes procuravam.

Como secretário funcionava como uma espécie de coringa, dado o seu profundo conhecimento da máquina administrativa e à confiança que expirava aos Governos que, competentemente, serviu. Por todas essas qualificações e em razão de seu caráter, fico inteiramente à vontade para dizer, de forma peremptória que Pernambuco perde um de seus bons valores, cívicos e morais, que fará falta ao convício político e social do nosso Estado, merecendo, portanto, a profunda manifestação de pesar desta Casa Legislativa”.

Armando Monteiro – senador pelo PTB

“É com profundo pesar que recebo a notícia do falecimento de Dorany Sampaio. Dorany teve uma vida marcada por exemplos de combatividade e dedicação às melhores causas. Esteve na linha de frente da luta pela redemocratização do País e desempenhou papel relevante na política de Pernambuco, sempre com coerência e dignidade. Dorany foi um grande amigo de meu pai e de toda a nossa família. Nesse doloroso momento, abraçamos sua esposa e filhos”.

Sileno Guedes – presidente estadual do PSB

O Partido Socialista Brasileiro em Pernambuco lamenta a morte do advogado e ex-deputado estadual Dorany Sampaio. Filiado ao MDB, partido que foi presidido por ele durante 27 anos no estado, Dorany foi um combatente do regime militar, o que resultou na cassação do seu mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco em 1968.  O PSB se solidariza com familiares e amigos neste momento de luto.

Deixe uma resposta