Deixe um comentário

Fiscalização reprova balanças da área de check-in do Aeroporto Internacional do Recife

Ipem-PE encontrou problemas em 14 dos 61 equipamentos. Havia balanças desreguladas e com o visor danificado. Órgão também detectou deslocamento da plataforma de pesagem, o que pode comprometer o resultado.

Fiscalização vistoriou 61 balanças da área de check-in (Foto: Divulgação/Ipem-PE)

Das 61 balanças usadas para pesar as malas, instaladas nos balcões de companhias aéreas na área de check-in do Aeroporto Internacional do Recife, 14 foram reprovadas pelo Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE). Entre as irregularidades estão: equipamentos desregulados e com o visor danificado. Além disso, foi detectado o deslocamento da plataforma de pesagem, o que pode comprometer o resultado.

A fiscalização ocorreu na segunda-feira (3). Os técnicos ainda verificaram a situação de uma balança da praça de alimentação, que foi reprovada. O Ipem-PE é um órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado.

O órgão ainda vistoriou itens que são vendidos nas lojas que ficam no aeroporto. Foi verificada a presença do Selo de Certificação do Inmetro, assim como se possuíam informações obrigatórias como nome, razão social do fabricante, CNPJ ou CPF, composição têxtil, modos de conservação, tamanho e país de origem. Ao todo, 13 lojas foram visitadas, o que resultou 1.692 produtos fiscalizados e 165 reprovações. Seis lojas foram notificadas.

Procurada pelo G1, a assessoria de comunicação da Infraero informou que não se pronunciaria sobre o assunto. Segundo o órgão, cada empresa se responsabiliza pelas suas balanças.

Malas

A nova regra que permite a cobrança de bagagens despachadas já está valendo nas companhias aéreas, desde maio. Houve, também, mudança no peso da mala de mão. Antes, o passageiro poderia embarcar com bagagem de até cinco quilos. Agora, é permitida a entrada no no avião, sem pagar nada, com mala de até 10 quilos.

Fonte: G1 PE

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: