Deixe um comentário

Uma semana pensada para abraçar os museus

IMG_1549.JPG

A memória tem um papel especial durante narrativas. Aquilo que é esquecido cede espaço à lembrança, que ganha destaque e contornos maiores. Nessa perspectiva, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) colocou um vestido nobre ao lado de uma farda de gari para problematizar “o indizível dos museus”. A questão é tema da 15º Semana de Museus, que começa hoje e se estende até o próximo domingo, para ressaltar o Dia Internacional dos Museus, celebrado em 18 de maio, e deve contar com a participação de mais de mil instituições artísticas pelo país. A iniciativa não almeja só ampliar o número de visitantes, mas indagar o que os museus têm narrado (e o que tem silenciado) de nossa história.
No Recife, o Instituto Ricardo Brennand é um dos locais que vai promover uma programação especial devido à data. Na terça-feira, o Encontro Literário vai abordar o tema “Museus e Histórias Controversas a partir da obra de Miguel-León Portilla, “Visão dos Vencidos”. No sábado das 14h às 17h, três visitas serão mediadas, com temáticas nas coleções do acervo do Instituto, debatendo outras versões dos fatos narrados. No IRB, o encerrando da Semana de Museus será no domingo das 14h às 17h com a realização de uma vivência em danças circulares de culturas da Europa, Ásia e Oriente.

O Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam) realiza no domingo, de 13h às 17h, o “Sarau off Mamam”, evento de música e artes visuais com exposição de obras de artistas que não têm seus trabalhos divulgados no acervo permanente do equipamento.

Em Olinda, hoje, a grande atração do Museu do Mamulengo será sua reabertura. Fechado desde fevereiro para reorganização do acervo, o lugar abre as portas com a exposição “Estive lá e voltei”. O nome faz referência à parte do acervo que estava guardada há mais de um ano. “Além desse resgate, trouxemos obras inéditas ao Espaço Tiridá”, pontua o historiador, antropólogo e atual diretor da instituição Luciano Borges.

Na quinta-feira, o museu vai funcionar no seu horário normal (de 9h às 15h) e numa sessão extra, às 18h, para celebrar a data com a orquestra do Centro Musical de Olinda (CEMO) e o mestre mamulengueiro Tonho de Pombos, na praça em frente ao local.

De volta ao Recife, no Museu de História Natural Louis Jacques Brunet, que fica no interior do Ginásio Pernambucano, na rua da Aurora, diversas palestras e exposições poderão ser conferidas gratuitamente pelo público das 9h às 16 de segunda a sexta. Para participar das atrações os interessados deverão realizar o agendamento prévio através do (81) 3181.4777 ou museuljb@gmail.com. A medida é necessária para garantir a segurança no espaço.

Além dele, o Memorial Luiz Gonzaga, o Museu da Cidade do Recife/Forte das Cinco Pontas, o Murillo La Greca, o Cais do Sertão e o Paço do Frevo vão contar com programações especiais. No espaço de salvaguarda do ritmo tipicamente pernambucano, cada dia terá uma temática especial nas visitas guiadas. A terça começa com o tema Personagens (in)visíveis nas ruas do carnaval do Recife, seguido nos dias seguintes por Frevo e Diversidade, O Frevo que virá/o Frevo que já está, Frevo/Mulher e Frevo no Mundo. No domingo a programação se encerra com Frevo é Negro, das 14h às 18h.

Mais programação
Além das programações especiais, no Museu do Homem do Nordeste, em Casa Forte, entrou em cartaz neste sábado a exposição “J. Borges 80 anos”, na galeria Waldemar Valente, em homenagem ao aniversário do artista de Bezerros. Trinta xilogravuras, sendo 10 matrizes inéditas, compõem a coletânea. É possível visitar a mostra das 14h às 18h no final de semana e das 8h30 às 17h de terça à sexta-feira. A entrada é gratuita.

Serviço>
Instituto Ricardo Brennand
Onde: Rua Mário Campelo, 700, na Várzea
Quando: de terça-feira a domingo, de 13h às 17h
Quanto: R$ 25 e R$ 12 (meia-entrada, incluindo pessoas com deficiência, estudantes, professores e idosos acima de 60 anos mediante documentação comprobatória)
Informações: 2121-0365

Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM)
Onde: Rua da Aurora, 265, na Boa Vista
Quando: de segunda a sexta, das 10h às 18h, e sábados e domingos, das 13h às 17h
Informações: 3355-6871
O acesso é gratuito

Museu do Mamulengo
15 de maio, segunda-feira, às 9h
Semana alusiva ao Dia do Museu: 18 de maio, quinta-feira, às 18h
Quando: de segunda à sexta-feira, das 9h às 15h
Onde: Rua São Bento, Centro Histórico de Olinda, no Varadouro, 344
Informações: 3493-2753
Ingressos R$ 4 e R$ 2

Paço do Frevo
Onde: Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife.
Quando: de 9h a 16h30 de terça a sexta e de 14h a 18h aos sábados e domingos
O ingresso custa R$ 8
Informações: 3355-9500

Museu Murillo La Greca
Onde: R. Leonardo Bezerra Cavalcante, 366, Parnamirim, Recife
Quando: das 9h às 12h e das 14h às 17h
O acesso é gratuito.
Informações: 3355-3126

Memorial Luiz Gonzaga
Onde: Pátio de São Pedro, nº 35, bairro de São José.
Quando: de segunda a sexta-feira, das 9 às 17h.
O acesso é gratuito.
Informações: 3355-3155

Museu da Cidade do Recife ou Forte das Cinco Pontas
Onde: Praça das Cinco Pontas, São José
Quando: de 9h a 17h, de terça a domingo
O acesso é gratuito
Informações: 3355-9558

Museu de História Natural Louis Jacques Brunet
Programação Exposições
– A vida nas urnas funerárias de 15 a 18 de maio
– Revolução Pernambucana de 1817: Moedas e Ideias Libertárias (1789-1831) de 15 a 19 de maio

Programação Palestras
11 de maio de 2017 (Quinta-Feira)
Auditório do Ginásio Pernambucano (Rua da Aurora)
13h30 – História das Moedas Enrique Andrade (Estudante de História da UPE)
14h – Revolução Pernambucana de 1817: entre moedas e ideias libertárias Edneide Ferreira (Professora de História e Educadora do Museu Louis Jacques Brunet)
14h30 – Moeda e Arte Etúria (Centro Cultural da Moeda)
15h10 – Funções do Banco Central Mauro Torres (Rede de Educação Financeira Banco Central do Brasil)
16h – O Real e seus elementos de segurança Sérgio Freitas (Rede de Educação Financeira Banco Central do Brasil)
18 de maio de 2017 (Quinta-Feira)
Auditório do Ginásio Pernambucano (Rua da Aurora)
13h30 – A vida nas urnas funerárias Severino Ribeiro (Professor de História e Mestre em Arqueologia)

Serviço:
Semana Nacional de Museus
11 a 19 de maio de 2017
Museu de História Natural Louis Jacques Brunet
Ginásio Pernambucano (Rua da Aurora, 703 – Santo Amaro, Recife/PE)
Entrada Gratuita
(81) 3181.4777

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: