Deixe um comentário

MG: aloprados de novo. Quem precisa de inimigos?

 Os petistas de Minas Gerais devem selecionar melhor os interlocutores com quem compartilham seus segredos. A apreensão dos 116 000 reais com gente ligada a Fernando Pimentel, feita ontem pela Polícia Federal, tem contornos de fogo-amigo. Resta saber o quão próximos são esses pseudo-amigos.

A PF não tinha qualquer informação sobre o transporte do dinheiro, até pouco antes de o avião chegar ao Aeroporto de Brasília. Quinze minutos antes do pouso, porém, começaram a pipocar denúncias de que estava para chegar à capital um bimotor carregando “ilícitos”.
Houve quem entendesse a mensagem como translado de drogas. Dado o bote, descobriu-se a dinheirama.

A turma de Fernando Pimentel precisará se desdobrar para explicar a origem e o destino dos 116 000 reais apreendidos em um avião ontem à noite, em Brasília. Só a Policia Federal, depois de uma investigação, poderá dizer se há maracutaia ou não, mas quem está na órbita do episódio não arrisca abrir a boca. Ontem, o piloto e o copiloto do bimotor foram convidados a prestar esclarecimentos. Os dois preferiram ficar em silêncio. (Lauro Jardim – Veja Online)

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: