Aécio, Marina e Renata Campos

Por Leandro

O candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) se falaram ao telefone pelo menos duas vezes desde segunda. Aécio indicou para Marina que está disposto a aceitar as suas condições para tê-la na sua coalizão.

Os comandos do PSDB e PSB ainda não esboçaram um ato conjunto de apresentação Aécio-Marina. Tudo é costurado com cautela para não caírem em contradições. O tucano quer investir numa imagem ao lado de Marina e apostar nessa dobradinha em materiais de campanhas para TV, folders, outdoors e principalmente nas redes sociais.

PSB e PSDB também negociam a entrada da viúva de Eduardo Campos, a economista Renata, na campanha de Aécio. O convite partiu dos tucanos, e do próprio candidato. Ontem, Aécio também capitalizou o apoio de Pr. Everaldo (PSC) e Eduardo Jorge (PV). O trio estava afinado desde o 1º turno. Tudo combinado há meses.

O apoio inédito do PSB ao PSDB causa uma ruptura séria na histórica aliança dos socialistas com o PT, e enfraquece a coalizão da presidente Dilma Rousseff.

Deixe uma resposta