Supremo lançou a nave política para o espaço, mas sem rumo e sem previsão

Resultado de imagem para lula solto"

No primeiro discurso, críticas ao governo de Bolsonaro

Pedro do Coutto

A política, mais uma vez, revelou sua face de imprevisibilidade a partir da decisão do Supremo Tribunal Federal, que, na prática, suspendeu as prisões em segunda instância, e, com isso, colocou o ex-presidente Lula da Silva em liberdade. Como comprovou seu primeiro pronunciamento ao sair da Polícia Federal em Curitiba, Lula partiu, como seria lógico, para procurar o espaço na área da oposição ao governo Jair Bolsonaro. O episódio marcante, sem dúvida, abriu uma nova ´perspectiva de análise do quadro político brasileiro.

Agora surge uma nova realidade no panorama, mas não se sabe qual será o rumo da nave que o STF fez decolar, não se podendo estimar sua flutuação no espaço sideral partidário e o novo rumo que passará a ser cenário de  uma polarização colocando em cotejo o atual presidente e o ex-presidente da República.

QUEM GANHA? – A decisão do Supremo foi ótima para os advogados de presos pela Operação Lava Jato, mas esta é uma outra questão. O fato é que Lula reacende a esperança do PT e dos movimentos sociais simbolizados pelas bandeiras balançando Na porta da PF em Curitiba. Coisas da política.

Provavelmente a maioria do Supremo Tribunal Federal não levou em conta o quadro que passou a criar no país. Vejam os leitores como são as coisas: quando o panorama parecia destacar em absoluto a liderança do presidente Jair Bolsonaro, eis que surge no placar de 6 votos a 5 um panorama totalmente novo. O discurso da oposição tornou-se mais fácil do que era antes da decisão da Corte Suprema.

Quem perde – A derrota, a meu ver injusta, o governo deve dividir com o ministro Sérgio Moro,que lutou pela manutenção das sentenças em segunda instância. Afinal, ele é o ministro da Justiça e assim ampliou a dimensão do desfecho que se deslocou num espaço em torno do Palácio do Planalto e da Esplanada de Brasília.

A partir de hoje uma nova realidade e um novo panorama projetam-se tão logo se abram as cortinas do palco político.

Lances marcados pela emoção vão surgir numa dimensão na qual flutua sem rumo certo a nave do destino. Lula, na tarde de sexta-feira, concentrou o foco principal de um quadro enigmático. Resta saber qual será a reação ou as reações do Palácio do Planalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *