Cinema da UFPE é reinaugurado com lotação de público

Cerca de 180 pessoas estiveram presentes na reinauguração do cinema

Na reinauguração, foram exibidos curta-metragens produzidos por alunos recém-formados pela instituição / Foto: Marcelo Aprígio/JC

Na reinauguração, foram exibidos curta-metragens produzidos por alunos recém-formados pela instituição
Foto: Marcelo Aprígio/JC
A noite desta quarta-feira (09) foi muito especial para os estudantes da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), isto porque, após oito anos de espera, aconteceu a reinauguração do cinema da instituição de ensino. O espaço tem a primeira sala da Zona Oeste que fará parte do circuito alternativo do Recife, ao lado do São Luiz e do Cinema da Fundação, no Derby, e Museu do Homem do Nordeste, em Casa Forte. Cerca de 180 pessoas estiveram presentes na reinauguração, onde assistiram aos curta-metragens “Gerônimo”, de Anny Stone, e “Disforia Urbana”, de Lucas Simões, ambos alunos recém-formados pela universidade.

O reitor da UFPE, Anísio Brasileiro, ressaltou a importância do cinema para os estudantes e a comunidade. Para ele, o espaço servirá para integrar a comunidade acadêmica com os moradores de bairros vizinhos à universidade. “O cinema daqui volta-se para a Região Oeste da cidade. As pessoas dos bairros vizinhos estarão presentes aqui, além dos nossos estudantes”, afirmou.

Ficha técnica do cinema

O Cinema da UFPE tem 178 poltronas, com lugares para cadeirantes e obesos. A projeção segue o padrão mundial de exibição, com projetor DCP 4K, som Dolby Digital 5.1, preparada para a exibição de filmes em 2D e em 3D.

Protesto

No final da sessão, alguns estudantes fizeram um protesto pacífico, reivindicando a reabertura de outros espaços culturais na UFPE e pediram a reitoria que mantivesse o compromisso de cuidar e manter o cinema em bom estado.

FONTE JC ONLINE

Deixe uma resposta