‘Vamos explicar para o UOL já que insiste em falsos escândalos’, diz Moro sobre notícia do site

Um ministro anônimo do Supremo Tribunal Federal (STF) criticou ao portal UOL, o fato de Moro telefonar para pessoas listadas como “alvo dos hackers” [na Operação Spoofing] e afirmar que destruirá as mensagens.

De acordo com a reportagem assinada por Constança Rezende, “o envolvimento direto do ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro, no caso dos ataques hackers a autoridades tem causado desconforto entre membros do STF”.

Ainda segundo o tal ministro, que segundo o UOL, preferiu a condição de anonimato, “Moro não deveria sequer ter informações de uma investigação que, até agora, está mantida sob sigilo”.

“Isso que ele está fazendo, além de desmoralizar a Polícia Federal e o Judiciário, ainda pode prejudicar a condução do processo, pois estas atitudes podem ser questionadas no Supremo”, diz. “O magistrado diz que Moro confunde suas funções com as de um ‘delegado da Polícia Federal, que conduz a investigação, e do juiz, que deveria tomar este tipo de decisão’, continua a reportagem.

O ministro Sergio Moro, por sua vez, foi incisivo ao responder a notícia do UOL: “Vamos explicar para o UOL, já que insiste em falsos escândalos”:

“As centenas de vítimas do hackeamento ilegal, tão celebrado pelo Uol, têm o direito de saber que foram vítimas. Só estão sendo comunicadas. Não tenho lista, só estou comunicando alguns”, salienta Moro.

Anteriormente, o ex-juiz da Lava Jato já havia declarado que as vítimas, sejam autoridades ou não, que tiveram a sua privacidade violada por meio de crime, serão identificadas e comunicadas pela Polícia Federal ou pelo MJSP.

Sergio Moro

Sergio Moro
?
@SF_Moro

A vulnerabilidade foi explorada por hackers criminosos e pessoas inescrupulosas. As centenas de vítimas, autoridades ou não, que tiveram a sua privacidade violada por meio de crime, serão identificadas e comunicadas pela Polícia Federal ou pelo MJSP.

40,9 mil
Informações e privacidade no Twitter Ads

Deixe uma resposta