Arquivo | dezembro 2015

Você está navegando os arquivos do site por data.

CHARGE

Cunha nega ter negociado aprovação de medidas

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), negou que tenha negociado com o presidente da OAS, Leo Pinheiro, a aprovação de medidas provisórias no Congresso Nacional. Cunha voltou a dizer que há vazamento seletivo nas denúncias contra ele e insinuou que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RJ), está sendo poupado. A Procuradoria-Geral da República identificou […]

Aline Mariano retorna à Câmara Municipal do Recife

A vereadora licenciada pelo PSDB e secretária de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas do Recife (Secod), Aline Mariano, retornará à Câmara Municipal em abril e, até lá, promete deixar todos os projetos da pasta em pleno funcionamento. Ao lado do prefeito Geraldo Julio, lançou o edital do Recife Previne. Mais dois editais ainda serão […]

Governo decide pagar R$ 72,4 bilhões para quitar pedaladas fiscais

Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas Apesar de a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) prever a possibilidade de abatimento na meta fiscal de 2015 de R$ 57 bilhões das “pedaladas” fiscais, o governo decidiu pagar um total de R$ 72,4 bilhões, que inclui todo o passivo em atraso até este ano, e abater da meta R$ 55,8 […]

JUIZ FEDERAL CONDENA EX- DELEGADO ANÍBAL MOURA

13a. VARA FEDERAL CRIMINAL DE PERNAMBUCO PROC. Nº 0004388-76.2012.4.05.8300 S E N T E N Ç A n.º SEN.0013.000009-7/2015 … O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ofereceu aditamentos à denúncia às fls. 75/78 e 99/99-v, para incluir no polo passivo da presente ação ANÍBAL ALVES DE MOURA FILHO e JOSÉ BENTO DA SILVA, os quais, conforme depoimentos […]

Nesse fim de ano vejam o balanço, extremamente sincero e poético, de Vinícius de Moraes a respeito do ano de 1973:

Poema “Breve Consideração à Margem do Ano Assassino de 1973”, escrito por Vinicius de Moras…

Sem risco de dar certo

Carlos Brickmann Como na esplêndida saga de Asterix, todo o futuro político do país está sujeito às investigações da Operação Lava Jato. Todo o futuro político do país? Não: um grupo formado por irredutíveis aliados da corrupção ainda resiste aos investigadores. E, como agora, com boas chances de êxito: o truque é secar a verba […]