Deixe um comentário

Dilma o detesta: vai ter de digeri-lo à força?

Dilma e Cunha: juntos para o que der e vier?

Se o líder da bancada do PMDB, Eduardo Cunha se mostrar um candidato viável, alguns petistas bem próximos da presidente Dilma Rousseff vão tentar convencê-la de que é melhor fechar com o peemedebista do que deixar ele rumar para os braços da oposição. O argumento a ser usado será o de que, enquanto líder da bancada do PMDB, ele cumpre muito mais acordos do que o atual presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves.

A ideia do Executivo de adiar para janeiro a disputa pela presidência da Câmara e do Senado tem só um probleminha: o PT. Os petistas temem que, se deixarem correr solto, Eduardo Cunha feche muitos acordos, e o PT termine sem espaço. Em política, vale a máxima “quem chega primeiro bebe água limpa”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: