Ronaldo Bressane lança primeiro romance em edição limitada com 40 exemplares

 

Crédito:Divulgação
Os 40 exemplares de “Mnemomáquina” são 100% artesanais

Foram anos na publicidade até trocar tudo pelo jornalismo. Foram anos de jornalismo até o primeiro romance. Ronaldo Bressane, ex-editor da revista V, redator-chefe da Trip e editor da Alfa, lança neste sábado e domingo (8 e 9/3) “Mnemomáquina”, livro de ficção-científica 99% artesanal, publicado pelo selo Demônio Negro. O lançamento será durante a Feira Plana, que acontece no Museu de Imagem e Som (MIS) em São Paulo. 

“Mnemomáquina” começou a ser escrito há sete anos, quando o filho de Bressane apontou para um dirigível, que passava perto da janela do seu apartamento no Copan, e pensou se tratar de um tubarão. Na imaginação do pai, o tubarão é a máquina que dá título ao livro e o seu apartamento deu lugar ao personagem que faz previsões sobre o futuro a partir das manchas do tubarão-tigre.

Entre os personagens, um homem sem memória que se apaixona por uma mulher que lembra demais, um gorila mutante, um jornalista chamado Ronaldo Bressane – que segundo o autor, não é ele mesmo, é apenas uma “coincidência” – e 15 narradores que conduzem uma série de 47 capítulos não-lineares, que podem e devem ser lidos em qualquer direção.

A escolha do selo Demônio Negro para o livro é coerente a um dos principais argumentos do romance: “O futuro está no passado”.  A editora de Vanderley Mendonça, também campeão sul-americano de esgrima e responsável pelo clube literário Hussardos, não à toa fica no mesmo prédio da Academia Paulista de Esgrima, quase em frente ao Copan, e tem um projeto de retomar a prensa móvel de Gutenberg.

Crédito:Divulgação
Ronaldo Bressane, ex-Trip e Alfa, lança seu primeiro romance, “Mnemomáquina”
 
Com objetivo de ser livro-objeto e fetiche, “Mnemomáquina” terá apenas 40 exemplares, todos eles produzidos artesanalmente, com “capa em tecido escarlate, impressão em clichês tipográficos (técnica do século 18), mancha gráfica em proporção áurea (descoberta no século 16), vinhetas gráficas em uma cor e acabamento inteiramente à mão. Ok, o miolo é impresso em gráfica digital, mas nem tudo é perfeito”, como explica Bressane em seu site

As ilustrações internas são de Eva Uviedo, argentina radicada em São Paulo desde 1988 e diretora de Mídias Eletrônicas na Trip Editora. Juntos, Bressane e Eva, que além de parceiros são grandes amigos, estarão na banca “Pretos Gêmeos”, na Feira Plana. 

Ronaldo Bressane é autor ainda de V.I.S.H.N.U., primeira graphic novel de ficção científica publicada no Brasil, primeira parceria “a três” do cartum brasileiro – com Eric Acher e Fabio Cobiaco – e o primeiro livro de HQ nesse formato publicado pela Companhia das Letras. Em abril ele estreia na literatura “infanto-senil” com “Sandiliche”, pela editora Cosac Naify. “É uma história sobre um cara que acha um controle remoto de um brinquedo e relembra seu amigo imaginário. Há um tempão a Cosac queria lançar esse livro e hoje eu tenho certeza que ele não é muito para criança (risos)”, diz Bressane. 

Para quem se interessou, lembre-se: é melhor correr. São apenas 40 exemplares e não há previsão de uma segunda edição. O livro será vendido por R$ 50. 
LANÇAMENTO “MNEMOMÁQUINA”
Feira Plana: MIS – Av. Europa, 158 – Pinheiros, São Paulo
Dias 8 e 9 março de 2014
Entrada Gratuita

 

Deixe uma resposta