Os mesmos de sempre

CARLOS CHAGAS

 Depois da euforia da descoberta  do Pré-Sal e diante de resultados até agora mínimos em sua exploração, é preciso atentar para as coincidências, lembrando um episódio de 1933, quando foi descoberto petróleo na região de Lobato, na Bahia. Era ministro da Agricultura, Indústria e Comércio o  todo-poderoso vice-rei do Nordeste, Juarez Távora, que reagiu à descoberta declarando ser teoricamente uma ilusão de ótica ou uma invenção dos comunistas,   aquele petróleo. Baseava-se num parecer da Standard Oil…

Pois não é que agora os sucedâneos e sucessores da multinacional começam a sabotar o Pré-Sal, alegando dificuldades para extração a 15 mil metros de profundidade? Até filmes nesse sentido vem sendo preparados no Hemisfério Norte para desencorajar  os trabalhos, sem esquecer a campanha de desmoralização da Petrobrás, em pleno desenvolvimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.