Deixe um comentário

Moradores interditam Avenida Recife devido a falta de água

2cd3e301b88f05241ed64d77ab830f63.jpg

Moradores fecharam a via ateando fogo em pneus e madeiras
Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem

Um protesto de moradores da comunidade Miguel Arraes, situada no bairro Jiquiá, Zona Oeste do Recife, em função da falta de água, deixou o trânsito parado por volta das 19h desta segunda-feira (11) na BR-101, Avenida Recife, em frente à Justiça Federal no sentido da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Os moradores atearam fogo em pneus e em madeiras, interditando completamente a via. De acordo com eles, desde setembro de 2012 não há água suficiente nas torneiras do local e a comunidade está com o abastecimento interrompido há cerca de 20 dias, entretanto, as contas continuam chegando com valores superiores R$ 200.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local orientando os motoristas, que enfrentaram um grande congestionamento no sentido UFPE. Além da PRF, o Corpo de Bombeiros também foi acionado para apagar o fogo.

Segundo informações de internautas, cerca de 40 pessoas participaram da manifestação. Os internautas relataram, também, que algumas pessoas que participavam do protesto aproveitaram para assaltar os motoristas que estavam presos no trânsito. A Polícia Militar não confimou informações sobre assaltos.

Para evitar o congestionamento que estava se formando no sentido Cidade Universitária, a PRF desviou o fluxo de veículos para a entrada de San Martin, Zona Oeste do Recife. No sentido Boa Viagem, Zona Sul, o trânsito não teve retenções.

Segundo a PRF, um funcionário da Prefeitura do Recife, que não teve o nome divulgado, conversou com os manifestantes e marcou uma reunião para resolver o problema de abastecimento de água. Por volta das 21h, a via foi liberada.

fonte:ne10

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: