Deixe um comentário

Rejeição a Temer atinge 94% em nova pesquisa

Por Isabella Macedo

De acordo com a pesquisa Pulso Brasil, realizada pela Ipsos Public Affairs, 94% dos entrevistados manifestou rejeição à figura do presidente Michel Temer (PMDB). A avaliação negativa ao governo federal foi de 85%, a pior avaliação já registrada desde que a pesquisa mensal começou a ser realizada, em 2005. No mês passado, a pesquisa Datafolha apontou que Temer é o presidente mais impopular desde a redemocratização, em meados dos anos 1980.

Foram entrevistadas 1200 pessoas em 72 municípios brasileiros de todas as regiões do país. Perguntados se aprovavam ou não a atuação de uma lista de 33 políticos e personalidades públicas, 94% dos entrevistados responderam que desaprovam totalmente ou um pouco a atuação de Michel Temer no País, enquanto 3% afirmaram que aprovam totalmente ou um pouco.

Temer lidera a lista dos mais rejeitados, seguido pelo correligionário Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ex-deputado preso e condenado por imposição da Operação Lava Jato. O ex-deputado tem apenas 1% de aprovação e, em contrapartida, 93% de rejeição. Também alvo da Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que ficou mais de um mês afastado do cargo e é investigado em diversos inquéritos no Supremo Tribunal Federal, tem os mesmos 3% de aprovação de Temer e 90% de rejeição.

Em relação ao governo federal, 85% dos entrevistados afirmaram que a gestão do peemedebista é ruim ou péssima. Temer superou o próprio recorde de pior avaliação anterior de seu governo, de 84%. A pior avaliação da gestão anterior, da petista Dilma Rousseff, foi registrada em agosto de 2015, quando atingiu 82%.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: