CNBB critica ataques na campanha presidencial

O arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis, condenou hoje os ataques mútuos entre os candidatos à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) durante a campanha eleitoral. Para o religioso, os eleitores “ficam defraudados” quando os candidatos partem para ataques pessoas em detrimento da discussão de propostas.

“É lamentável, porque eu sempre disse aos candidatos que o importante não é o resultado nas urnas, mas a contribuição que dariam para aperfeiçoar nossa democracia, ajudar o cidadão a se tornar mais participante e discutir propostas para o país. Mas muitas vezes a campanha descamba para outro rumo”, disse o cardeal em entrevista à imprensa na sede da CNBB, em Brasília.

Ele fez referência a um debate no primeiro turno, organizado pela CNBB, no qual Dilma e Aécio trocaram farpas sobre corrupção.

Deixe uma resposta