Dunga discute com repórter da Globo sobre polêmico gesto contra auxiliar argentino

O futebol apresentado pela Seleção Brasileira diante da Argentina, no último sábado (11/10) não foi o tema principal da entrevista coletiva concedida pelo técnico Dunga.

Nesta segunda-feira (13/10), o treinador foi indagado pelo repórter Tino Marcos, da TV Globo, sobre o polêmico gesto que fez apontando para um auxiliar do time adversário. Ele não gostou da questão, respondeu em tom de ironia e discutiu com o jornalista.

Crédito:Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Técnico da Seleção Brasileira discutiu com o repórter Tino Marcos, da TV Globo

Segundo a Veja, Tino questionou o momento em que Dunga esfregou repetidamente o nariz, o que foi interpretado por alguns veículos de comunicação como uma referência ao vício em cocaína do ex-craque Maradona. Naquele instante, o capitão do tetra discutia com a comissão técnica argentina. No campo, o Brasil vencia por 2 a 0, com dois gols do atacante do Atlético-MG, Diego Tardelli.

O bate-boca foi o tema da pergunta de Tino Marcos. “Dunga, a seleção foi muito elogiada no jogo contra a Argentina, não tomou gols, mas quando você faz uma avaliação do que aconteceu dentro campo, você faz uma avaliação sua também? Seu comportamento fora de campo, do seu ponto de vista, foi normal? Ou você se arrepende da insinuação de que o pessoal da Argentina usou drogas?”.
Ao responder o jornalista, Dunga foi irônico e atribuiu a ação a uma causa inusitada, o ar poluído da capital chinesa. “Bom, isso quem está falando é você. Como tinha muita poluição, tinha o nariz sempre trancado. Quem está falando que usou droga ou não é você”, retrucou.

O problema é que a resposta do técnico acabou causando um desentendimento. Ao passar a fala de Dunga para o inglês, o tradutor do evento disse que a “menção sobre os jogadores usarem drogas veio do repórter”.

Acompanhando de perto a entrevista, coube ao narrador Galvão Bueno apaziguar a situação. O locutor pediu a palavra para, novamente em inglês, dizer que o repórter de sua emissora não havia citado os jogadores como usuários de droga.

Tino Marcos aproveitou para ressaltar que se referia a discussão que o ex-jogador teve com um auxiliar da Argentina. Com o microfone desligado, Dunga seguiu discutindo com o jornalista: “Mas não foi isso que você falou”.

 

A equipe comandada pelo treinador voltará a campo nesta terça-feira, às 7h45 (de Brasília), contra o Japão, em Cingapura. No treino desta manhã, Dunga e Neymar reclamaram das condições do gramado. Este episódio relembra o que ocorreu em 2010, quando ele se indispôs com outro repórter da Globo, Alex Escobar. Os dois, no entanto, já fizeram as pazes durante a Copa do Mundo de 2014.

Deixe uma resposta