Deixe um comentário

Petrobras: patrimônio de ex-diretor cresceu 340%

 Renato Duque, ex-diretor da Petrobras indicado pelo PT, aumentou em 340% seu patrimônio em imóveis depois que assumiu o cargo na estatal. Ele, que morava com a família na Tijuca, bairro de classe média do Rio de Janeiro, adquiriu mais quatro apartamentos em áreas nobres da Barra da Tijuca, ampliou sua casa de campo e comprou duas salas comerciais em um prédio de alto padrão.

Seu patrimônio imobiliário está avaliado hoje em R$ 12,5 milhões, acima dos R$ 2,85 milhões que valeriam os imóveis que possuía em 2002 a preços de mercado atuais. Duque ocupou a diretoria de Engenharia da Petrobras de janeiro de 2003 a abril de 2012.

Levantamento feito pela Folha mostra que, a preços de mercado à época dos negócios, as aquisições comprometeram quase 60 % de sua renda no período, o dobro do razoável, dizem especialistas.

Duque foi acusado pelo também ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa de participar de esquema de corrupção na estatal. Ele nega e foi à Justiça contra o ex-colega.

Graças aos altos salários pagos aos diretores na Petrobras, que ultrapassam os R$ 100 mil mensais hoje, Duque viu crescer seus rendimentos enquanto foi executivo da estatal.

Segundo pesquisa feita pela reportagem na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), órgão para o qual a Petrobras informa a remuneração de seus administradores, sua renda no período chegou a mais de R$ 8 milhões. Ele não confirma esse valor.(Folha de S.Paulo – Raquel Landin)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: