Deixe um comentário

Mídia: manter poder de construir e desconstruir mandato

BOB FERNANDES  O debate sobre a chamada “desconstrução de Marina” é vacina contra a “desconstrução”, em mão dupla, que vem aí.

A vacina “caso Marina” é para criar barreira e desgaste para ataques futuros, que serão mútuos. Em tempo: toda campanha no mundo tem proposição e negação.
A cada ideia ou fato proposto ou acontecido vem a crítica, a resposta, positiva ou negativa. A isso se pode chamar apenas “desconstrução”, como têm preferido por aqui.
Ou, debate político.
Quando Marina alega ser a “nova politica” está, é óbvio, buscando desconstruir os adversários e suas “velhas políticas”.
Quando o banqueiro Roberto, irmão de Neca Setúbal, definiu o governo como ‘medíocre’ liberou o marketing de Dilma para fustigar eventuais ligações de Marina com o capital financeiro.
O escândalo da Petrobras é e será alvo central. Paulo Roberto Costa recomeçou a depor. Munição contra quem tem responsabilidade política no caso: o governo Dilma.
Advogados acompanham a delação. O que for exposto, com ou sem prova, vazará até as manchetes e repercutirá na campanha, no horário eleitoral.
Da mesma forma, o chamado “Mensalão do PT”, e seus presos, voltarão a cartaz.
De outro lado reestreará o chamado “Mensalão do PSDB mineiro, A Origem”, em terceto com o escândalo do metrô e trens de São Paulo e o aeroporto em Minas.
Assim como escândalos do PSDB que nunca foram a julgamento: compra de votos para reeleição de FHC, privatizações…
A penúria atual na Saúde terá como contrapartida a oposição do PSDB aos médicos cubanos… ou vice-versa.
A mixuruca macroeconomia de hoje terá como resposta a quebradeira da economia no Brasil do mandato FHC II…ou vice-versa.
Lembrarão que o vice de Aécio, Aloysio Nunes, foi o único senador a votar contra as cotas raciais.
Dilma já disparou contra “fantasmas do passado” e Aécio elencou “os monstros do presente”.
Fernando Henrique opinou: “Dilma está gordinha” … isso fará sucesso em certos circuitos.
Outra frase do ex-presidente certamente não ajudará Aécio junto ao chamado “povão’.
Disse Fernando Henrique: ‘O PT está fincado nos menos informados, que coincide de serem os mais pobres’… e habitantes ‘dos grotões’…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: