”Ninguém é dono do eleitor”, diz Dilma

A candidata à reeleição pelo PT, presidenta Dilma Rousseff, se reuniu nesta terça-feira (7) com integrantes da base aliada para traçar estratégias para a campanha no segundo turno. Dilma Rousseff avalia que não pode abrir mão de apoios para o segundo turno, mas disse que o voto é de cada um. “Fico feliz quando me apoiam. Sei perfeitamente, pela experiência política, que ninguém é dono de eleitor”.

Ela disse que faz um diagnóstico “simples e humilde” sobre a baixa votação que obteve em São Paulo. “Achamos São Paulo um estado muito importante. Eu pretendo dar toda atenção, olhar com muito cuidado, inclusive propostas específicas para São Paulo, e abrir o debate, a discussão e a comunicação em todos os setores de São Paulo”.

Participaram do encontro 35 senadores e governadores eleitos, presidentes de partidos da base, além de atuais governadores e senadores. Quanto à possibilidade de Marina Silva (PSB), terceira colocada nas eleições presidenciais, anunciar um possível apoio a Aécio Neves (PSDB), petistas e membros de partidos aliados avaliam que os eleitores da candidata não seguirão necessariamente sua posição.

Deixe uma resposta