Na jugular de Dilma

a charge fazendo o diabo

O PSDB aposta na suspeita de uso político dos Correios para desgastar Dilma Rousseff (PT) e impulsionar Aécio Neves na disputa com Marina Silva (PSB) pelo segundo turno, revela Bernardo Mello Franco, na Folha de S.Paulo de hoje. O Planalto acusou o golpe, regista o colunista: acionado, Paulo Bernardo (Comunicações) mandou o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, exibir panfletos de Dilma, Marina e Aécio entregues pela estatal. ‘A empresa não beneficia partido porque não trabalha de graça. Os Correios faturam com esse serviço’, diz o ministro.

”Os tucanos comemoraram a mudança de tom do noticiário pré-eleitoral, com o caso dominando os telejornais. Na entrevista que concedeu à tarde, Aécio começou a discursar sobre as suspeitas antes mesmo de ser questionado.

O governo ficou muito irritado com o deputado estadual Durval Ângelo (PT-MG), que disse haver um ‘dedo’ do partido nos Correios. A gravação dessa fala teria comprometido o discurso de que a entrega de panfletos não teve cores partidárias.”

Deixe uma resposta