Marina infringe legislação eleitoral

Do Portal Em Minas

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, que cumpre agenda em Minas Gerais, participou de evento no começo da tarde na Praça Tiradentes, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com quase duas horas de atraso, a candidata chegou ao local cercada de correligionários e discursou por alguns minutos. Em sua fala ela ressaltou dificuldades da época de criança e reclamou dos ataques que vem sofrendo dos adversários durante a campanha.

Cercada de muitos militantes, a candidata desceu da van e caminhou por alguns metros onde começou a discursar a uma distância do prédio da Câmara Municipal de Betim vedada pela Legislação Eleitoral. De acordo com o texto da lei, discursos, além do uso de alto-falantes ou amplificadores, não podem ocorrer a menos de 200 metros das sedes dos Poderes Executivo, Legislativo, das sedes dos tribunais judiciais, dos quartéis e de outros estabelecimentos militares. Ficam vedados também os atos próximos de hospitais e casas de saúde, escolas, bibliotecas, igrejas e teatros. Nessas situações o candidato pode ser multado.

Além do discurso de Marina, o carro de som da ficou estacionado em frente à Câmara Municipal tocando os jingles usados para promover a candidatura da socialista. O locutor do caminhão de som chegou a anunciar que a música seria suspensa por infringir a legislação, mas pouco tempo depois as músicas em prol de Marina voltaram a ser executadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.