“Não celebraremos o sacrifício de Eduardo”, diz Roberto Amaral

Foto: PSB

Foto: PSB

Nesta sexta-feira (29) o presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, fez uma menção em homenagem ao antigo presidente do partido, Eduardo Campos, morto em um trágico acidente de avião no dia 13/08. “Este não é o momento de celebrar o sacrifício de Eduardo”, disse o socialista.

A declaração foi feita durante a cerimônia de lançamento do programa de governo de Marina Silva (PSB/REDE), vice na chapa de Eduardo e que assumiu a “cabeça da chapa” após a sua morte. Amaral afirmou que é hora de honrar o legado de Campos e os compromissos que ele tinha para com o Brasil.

“Não estamos aqui para celebrar o sacrifício de Eduardo Campos, mas sim para celebrar o seu legado que agora será conduzido pelas mãos dessa mulher forte que é a Marina”, concluiu Amaral.

Ainda no evento Roberto Amaral, que abriu os trabalhos, lembrou o nome do avô de Eduardo, Miguel Arraes, morto em 2005.

 

fonte:ne10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.