Aluna de Quixaba vai representar o Brasil na Suíça

A realidade das comunidades atingidas pela seca no interior pernambucano será exposta em Berna, na Suíça, durante a final do Concurso Internacional de Redação de Cartas para Jovens, promovido anualmente pela União Postal Universal (UPU). A estudante Maírla Marina Ferreira Dias, 14 anos, da Escola Estadual Tomé Francisco da Silva, em Quixaba, no Sertão do Estado, representará o Brasil na final mundial, em outubro.

De acordo com jovem estudante, a conquista do 1º lugar nacional foi uma surpresa, pois, segundo ela, a carta é simples e retrata os apuros enfrentados pelos sertanejos ao longo do período de estiagem. “Considerei a carta despretensiosa e não imaginava chegar tão longe. Na época em que escrevi o texto, minha comunidade [Lagoa da Cruz] sofria com a falta de chuva. O gado estava morrendo. Os agricultores, perdendo o plantio. Agora começou a chover e a situação melhorou um pouco”, conta.

Na correspondência, endereçada aos “jovens de todo o mundo”, a sertaneja, filha de professora, tinha a missão de explicar a importância da água como recurso precioso e ninguém melhor do que alguém que vivenciou de perto o drama da estiagem para escrever sobre o tema.

A missiva escrita pela aluna de Quixaba concorreu com mais 5.150 estudantes de até 15 anos. Mais de três mil escolas públicas e particulares, em todo o Brasil, participaram. A final do concurso está agendada para nove de outubro, Dia Mundial dos Correios. Em média 200 países, filiados à UPU, estarão na disputa pelo 1º lugar.

Com informações do JC Online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.