Deixe um comentário

Dirceu nega afirmação sobre PT detonar Eduardo

      

 

 

 

 

 

 

DA COLUNA DE VERA MAGALHÃES – FOLHA DE S.PAULO

O ex-ministro José Dirceu nega que tenha feito avaliação, em recente jantar no Rio, de que o PT deveria ter agido antes para impedir a candidatura de Eduardo Campos à Presidência. Ele afirma que a decisão sobre ser candidato ou não cabe ao governador de Pernambuco.

Enquanto isso, o líder do PSB na Câmara Beto Albuquerque(RS) se insurgiu contra o qualificativo de ‘’ingrato’’ e ‘’traidor’’ que os petistas querem adotar como mote de campanha contra o governador Eduardo Campos e desabafou: ‘Ser grato e leal não é agir com subserviência. Respeitar o PSB seria uma forma de gratidão pelo apoio que nós damos ao PT desde 1989’.

Já os potenciais candidatos à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) se encontraram há algumas semanas, em Brasília, durante discussão no Congresso sobre pacto federativo. Enquanto fotógrafos clicavam desenfreadamente a dupla, Eduardo sugeriu que os dois se encontrassem para discutir política.

‘’Mas tem de ser uma coisa reservada’’, disse Aécio. O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), que acompanhava a conversa dos dois, interveio:

‘’Meu pai dizia que, se você quer se encontrar com alguém sem ser visto, o único lugar é um instituto de cegos.’’

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: