Deixe um comentário

Dez poços serão construídos em Garanhuns para amenizar os efeitos da seca no município

35d2acceae7bfec9a4ba05d55e0e1149.jpg

Cerca de 14 mil pessoas da zona rural de Garanhuns sofrem com a falta de chuvas
Foto: Hélida Carvalho/ DIvulgação

Para diminuir os prejuízos causados pela seca no Agreste Meridional, o município de Garanhuns, vai ganhar dez poços artesianos. A iniciativa é da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Governo Municipal, juntamente com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) em parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura.

Antes das construções, equipes do Ipa e da prefeitura do município estão realizado um mapeamento da área rural para depois escolher os locais onde serão  perfurados os poços. “Cada execução de ações como essa precisa ser específica para as condições físicas do terreno. É necessário que o solo tenha um potencial diferenciado para receber a demanda e que as fontes de água sejam próximas”, explica oextensionista rural do IPA, Pedro Henrique de Medeiros.

O mapeamento nesses sítios também tem o objetivo de incentivar o reflorestamento dos campos e das matas ciliares, que é indispensável na formação vegetal encontrada nas margens dos rios, lagos, represas ou nascentes. Cerca de 14 mil pessoas da zona rural sofrem com a falta de chuvas. O prejuízo econômico de culturas agrícolas chega aos 80%.

Fonte: NE10

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: