MP visita empresas da família Geddel e não vê ninguém

 

ÉPOCA – Marcelo Rocha

O servidor Arivaldo Silva Santos, da Procuradoria da República na Bahia, visitou na segunda-feira (4) o endereço que consta nos registros oficiais das empresas Vespasiano Empreendimentos e M&A Empreendimentos, ligadas aos irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima. Ninguém foi encontrado na sala. O porteiro do prédio comercial disse, segundo o relato de Silva, que a sala se encontra fechada e sem funcionamento “há mais de três ou quatro anos”.

Aportes financeiros feitos pelas duas empresas em empreendimentos imobiliários da América Construção e Engenharia, antiga Cosbat, estão sob investigação da Procuradoria-Geral da República e foram relacionados na denúncia enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra os dois peemedebistas e outras pessoas por lavagem de dinheiro e associação criminosa. Foram repassados cerca de R$ 11,5 milhões entre 2011 e 2016, segundo o empresário Luiz Fernando Costa Filho, dono da América, em depoimento à Polícia Federal.

Deixe uma resposta