Deixe um comentário

Militares rebelados na Venezuela foram dominados

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma pessoa está morta e outra foi gravemente ferida. Segundo Diosdado Cabello, ‘vários terroristas’ foram detidos durante incidente.

G1

Um grupo de militares do chamado Forte Paramacay, no estado de Carabobo, na Venezuela, promoveu um levante neste domingo (6) contra o governo de Nicolás Maduro. Uma pessoa foi morta e outra está gravemente ferida, disse a agência France Presse.

O exército venezuelano atribuiu o ataque à oposição, disse a Efe. Júlio Borges, líder da oposição no Parlamento venezuelano, retrucou a acusação e exigiu que Maduro diga a ‘verdade’ sobre o atentado.

O dirigente chavista Diosdado Cabello informou que o grupo foi rendido por outros membros das Forças Armadas.

Ainda segundo o relato do político, foram ativados planos de defesa e tropas foram deslocadas para garantir a segurança no local.

O chefe do Comando Estratégico Operacional da Força Armada Nacional Bolivariana (CEO-FANB), almirante Remigio Ceballos, afirmou que, dos 20 militares que tomaram o controle do Forte Paramacay, no estado de Carabobo, no centro-norte do país, sete pessoas foram detidas e “estão contribuindo com informações”.

O ministro da Defesa, o general Vladimir Padrino, reagiu ao ocorrido com uma mensagem no Twitter.

“Não puderam com a FANB, com sua moral, nem com a sua consciência constitucional; agora pretendem agredi-la com ataques terroristas. Não poderão”, disse.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: