Deixe um comentário

Grupo de militares se rebelam contra Maduro

Protestantes foram rendidos por outros membros das Forças Armadas

Revolta militar na Venezuela

Um grupo de militares do chamado Forte Paramacay, no estado de Carabobo, na Venezuela, promoveu um levante neste domingo contra o governo de Nicolás MaduroOs militares acabaram rendidos por outros membros das Forças Armadas,  de acordo com Diosdado Cabello, integrante da Assembleia Nacional e homem forte do governo chavista. 

Em um vídeo divulgado na internet, um grupo de aproximadamente 20 homens usando uniformes militares e armados acompanharam um porta-voz identificado como capitão Juan Caguaripano.

“Nos declaramos em legítima rebeldia, nos unimos hoje mais que nunca com o bravo povo da Venezuela para reconhecer a tirania assassina de Nicolás Maduro[…] Como militares institucionais, reconhecemos e respeitamos a Assembleia Nacional (parlamento do país, cuja maioria é opositora ao governo Maduro) e exigimos que ela reconheça e respeite a vontade de um povo de se livrar da tirania”, disse Caguaripano.

O militar alegou estar acompanhado de oficiais, tropas da ativa e da reserva de todos os componentes das Forças Armadas, assim como policiais.

Um dos integrante da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, disse em sua rede social que o levante foi controlado. “De madrugada, agressores terroristas entraram ao Forte Paramacay, em Valência, atentando contra nossa FANB (Força Armada Nacional Bolivariana). Vários terroristas detidos”, escreveu Cabello em sua conta no Twitter.

Os protestos contra a constituinte venezuelana já deixaram mais de 125 mortos e 4.500 o número de detenções, de acordo com a ONG Foro Penal.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: