Deixe um comentário

Maduro homenageia militar que cometeu crimes contra manifestantes

Em um ato de promoção de oficiais das Forças Armadas da Venezuela, realizado em Caracas, o ditador Nicolás Maduro delcarou sobre um militar que assassinou manifestantes: “De uma carreira militar impecável, de trabalho de sacrifício de disciplina, mas, sobretudo, de lealdade, de verdadeira lealdade demonstrada nas ruas, nas cidades, ao nosso comandante supremo Hugo Chávez”.

O militar em questão é Benavides, acusado na última quinta-feira pelo Ministério Público de ter cometido “graves e sistemáticas violações aos direitos humanos durante as manifestações no país”. A Venezuela está a três meses passando por uma onda de protestos contra a ditadura de Maduro. Até o momento, o MP investiga 450 casos de violações de direitos fundamentais, sendo 23 casos de assassinatos. Há  853 registros de ferimentos causados por policiais ou militares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: