1 comentário

Antes de libertar Loures, Edson Fachin manteve mulher presa por tentar roubar desodorantes

Antes de libertar Loures, Edson Fachin manteve mulher presa por tentar roubar desodorantes

O Ministro Edson Fachin, relator da Lava jato no STF, em decisão na última sexta-feira, soltou o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, flagrando transportando uma mala com R$ 500 mil em propina que seria destinada ao presidente da República.

Você pode achar que o ministro costuma a ter decisões leves contra infratores e por isso deixou Loures sair da prisão. Porém, não é bem assim.

Em fevereiro, o magistrado negou habeas corpus a uma mulher que havia sido presa em 2011, por tentativa de furto de dois desodorantes e cinco embalagens de chiclete.

Quer dizer que roubar meio milhão pode, mas desodorante e chiclete não ?

Fachin com certeza deve uma explicação a respeito.

Um comentário em “Antes de libertar Loures, Edson Fachin manteve mulher presa por tentar roubar desodorantes

  1. Lamentável a “Justiça” brasileira. Cada Meritíssimo interpreta a lei do jeito do seu jeito ($$)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: