Deixe um comentário

Aécio: ”Passado é o PT, há doze anos no poder”

Tucano afirma que Dilma, ao sempre fazer comparação com o passado, esquece que mandados petistas ‘jogaram fora’ algumas conquistas do país

Laryssa Borges, de Belém
O candidato do PDSB à Presidência da República, Aécio Neves, participa de ato político em Belém (PA), na noite desta segunda-feira. O tucano esteve acompanhado do ex-jogador Ronaldo, o Fenômeno, da cantora Fafá de Belém, e líderes do PSDB

O candidato do PDSB à Presidência da República, Aécio Neves, participa de ato político em Belém (PA), na noite desta segunda-feira. O tucano esteve acompanhado do ex-jogador Ronaldo, o Fenômeno, da cantora Fafá de Belém, e líderes do PSDB(Tarso Sarraf/Estadão Conteúdo)

Veja

A menos de uma semana para o segundo turno, o candidato do PSDB à Presidência da República Aécio Neves utilizou nesta segunda-feira o prestígio do ex-jogador de futebol Ronaldo e da cantora Fafá de Belém para pedir votos na capital do Pará e tentar ampliar a parcela do eleitorado que pretende pôr um fim no governo do PT. “Temos nas nossas mãos uma oportunidade que não temos o direito de perder, eu é tirar o PT do governo e darmos ao Brasil a sua libertação”, disse o tucano em um comício na cidade de Belém.

”A nossa adversária prefere sempre uma comparação com o passado, esquecendo-se de que o passado são eles, que durante 12 anos infelizmente jogaram fora algumas de nossas principais conquistas”, disse. 

Aécio apelou para um forte tom emocional, ainda que o ritmo frenético da agenda de campanha tenha comprometido sua voz – ele desembarcou no Pará no início da noite abatido e com rouquidão. “O que está em jogo nesses próximos dias não é a vitória do partido A ou a derrota desse ou daquele candidato”, disse ele, atacando a estratégia da adversária de apresentar o PSDB como um partido alheio aos anseios da população.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: