A Rede rachou

 O entusiasmo de Walter Feldman e de João Pedro Capobianco, coordenadores da campanha de Marina, na defesa de que ela apoie Aécio contrasta com a rejeição de Pedro Ivo, de Brasília, outro integrante da Rede, à ideia. Ele coordenou o núcleo de articulação e mobilização da campanha. Outro foco de resistência está na Rede do Rio. A avaliação é de Mônica Bergamo, hoje na Folha de SPaulo. Ela completa:

”Muitas das propostas apresentadas por Marina a Aécio –como a redução da maioridade e a demarcação de terras indígenas– já são hoje patrocinadas pelo PT no Congresso. “Mas, na campanha, ela terminou de romper todos os vínculos com o partido, inclusive os emocionais”, segue o interlocutor.”

Deixe uma resposta