A menoridade de Truman Capote

Editores descobrem textos inéditos de Truman Capote

mi_19444516075545566.jpg
Truman Capote

Por Ana Weiss

Os editores de Truman Capote encontraram 20 contos e 12 poemas desconhecidos do autor-símbolo do new jornalism. O lote que os editores Peter Haag e Anuschka Roshani afirmam ter achado ao jornal alemão Die Zeit foram escritos entre 1935 e 1943, quando o autor do romance não-ficcional, tinha, portanto, entre 11 e 19 anos. A Random House anunciou que o conteúdo sai em livro no ano que vem.  Os editores da Leya, casa do escritor no Brasil, estavam todos em Frankfurt esta semana e não souberam dizer quando e se os textos prematuros serão publicados em português. É curioso que Capote, tão mal interpretado em sua rebeldia e tão mal copiado em sua forma de fazer jornalismo, tenha agora a infância de seu texto conhecida pelo mundo. A liberdade na forma narrativa de suas reportagens, como o brilhante “A Sangue Frio” autorizou uma produção jornalística que, revestida de contornos literários e confessionais, empobreceu a revolução de estilo com que Capote incendiou o seu tempo com bandeiras igualmente precoces, como o uso assumido de drogas e a homossexualidade. É provável que muitas das peças juvenis possam ser lidas nos próximos dias na internet, enquanto as editoras pensam no que fazer com o material que Capote certamente não autorizaria a publicação.

Deixe uma resposta