Paulo e Armando apostam nas diferenças no último guia

Do Diário de Pernambuco

A propaganda eleitoral gratuita termina hoje e os dois candidatos mais bem colocados nas pesquisas de intenções de voto ao governo do estado, Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB), apresentarão aos eleitores programas bem distintos para tentar convencer os últimos indecisos.

O socialista, como já tem sido praxe, trará um programa cheio de referências ao ex-governador Eduardo Campos, com forte apelo emocional. Já o petebista apresentará no guia um resumo de toda a caminhada do senador licenciado durante a campanha. As críticas ao uso constante da imagem do ex-governador morto em um acidente aéreo em agosto também estarão presentes.

Pelo lado do PSB, o tom é de mistério em relação ao último capítulo do guia eleitoral do partido no primeiro turno. A assessoria de Paulo Câmara preferiu não entrar em detalhes sobre o conteúdo do que será exibido na TV e no rádio hoje. Revelou, no entanto, que o programa terá um forte apelo emocional, com fortes referências à ligação de Paulo a Eduardo, independentemente das críticas que o partido tem sofrido por parte do PTB.

Já Armando Monteiro apresentará um balanço dos três meses de campanha aos eleitores, de acordo com o marqueteiro Marcelo Simões. As críticas ao socialista Paulo Câmara, principal adversário do petebista, também terão espaço cativo. “Vamos fazer um contraponto com essa campanha que tem do outro lado. E vamos falar também sobre o uso abusivo e do apelo emocional que os adversários estão fazendo”, revelou Simões, referindo-se ao uso da imagem do ex-governador Eduardo Campos, que vem sendo fortemente criticada pela chapa majoritária do PTB.

Deixe uma resposta