Datafolha: Marina para de crescer e empata com Dilma

 

Uma pesquisa do Datafolha divulgada nesta quarta-feira apontou para a estagnação do crescimento de Marina Silva nas intenções de voto para a Presidência. A candidata do PSB alcançou 34% no último levantamento do instituto, número idêntico ao de Dilma Rousseff naquele momento. A atual presidente seria a escolhida por 35% dos entrevistados no primeiro turno, enquanto Marina continua com o índice da última semana, o que qualifica um empate técnico.

Aécio Neves (PSDB) foi de 15% na última pesquisa para 14% nesta, enquanto os demais candidatos, somados, têm 4% das intenções de voto. Dos entrevistados, 7% estão indecisos e 6% votariam em branco ou anulariam o voto.

A projeção do segundo turno entre as duas líderes das pesquisas coloca Marina Silva na frente com 48% das intenções de voto, enquanto 41% escolheriam Dilma Rousseff. A diferença entre as duas postulantes à Presidência diminuiu de dez pontos para sete. Em uma eventual disputa entre Dilma e Aécio, a petista sairia vitoriosa por 49% a 38%. Já um encontro entre o tucano e Marina Silva, a candidata do PSB venceria por 56% a 28%.

O levantamento tem uma margem de erro de dois pontos porcentuais e o nível de confiança é de 95%. 10 mil eleitores foram entrevistados pelo Datafolha em 361 municípios brasileiros entre os dias 1º e 3 de setembro. A pesquisa está registrada no TSE com o código BR-00517/2014.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.